Gravataí – RS

Após obter empate fora de casa, Operário ainda mantém chances de classificação, e volta a jogar pela Série D em 15 dias

Após conseguir somar seu primeiro ponto na Série D do Campeonato Brasileiro, o Operário terá um bom tempo para ajustar sua equipe para tentar se manter vivo na competição nacional.

O empate com o Cerâmica em 1 a 1 obtido no último minuto, com Ícaro, no domingo, em Gravataí, deu ao time de vila Oficinas algo que ainda não tinha visto na quarta divisão deste ano: um ponto, gol, e uma relativa tranqüilidade.

Se o empate ainda mantém o alvinegro na lanterna do grupo A07, pelo menos deixa o time de Amilton Oliveira com chances matemáticas de classificação para a segunda fase. “A equipe hoje incorporou definitivamente o espírito de competição, e estamos vivos no campeonato”, analisou o treinador do Operário.

A três pontos do segundo colocado (o líder do grupo é o Cene, com sete pontos), o Operário agora folga no próximo fim de semana, e volta a jogar somente no dia 14, quando recebe o Oeste, de Itápolis, justamente o atual lugar da chave. Neste intervalo, o time ponta-grossense deve agendar um amistoso, além, é claro, de Amilton tentar ajustar seu elenco para enfim, obter a primeira vitória na Série D.

“Se pudesse optar em não ter a folga, eu queria jogar quarta feira. Agora essa parada pode recuperar os jogadores. Vai ser benéfico esse amistoso e esses 15 dias de treinos para aprimorar a equipe”, comentou o técnico.

Porém, o aspecto mais valorizado por Amilton ao fim do empate com o Cerâmica, foi o ‘espírito’ da equipe, em buscar o empate até o último minuto de jogo. “Hoje eles viram o que é encarnar esse espírito aguerrido. Mas nem tudo foi perfeito, sempre tem coisa pra melhorar, mesmo que tivesse ganhando”, comemorou. “A equipe jogou bem, seria injusto sair com a derrota. O time como um todo, o futebol é conjunto, e prefiro atribuir o resultado ao grupo, e só eles poderiam sair desta situação. Trabalho é a médio e longo prazo, e o torcedor pode ficar tranquilo que esse time vai render”, complementou.

O amistoso que o Operário pretende marcar deve ocorrer no próximo fim de semana, no Germano Krüger, ainda sem adversário definido.

Por Jeferson Augusto (Diário dos Campos – 2/8/2011).

O alvinegro de Vila Oficinas conseguiu um empate de 1 a 1 aos 45 minutos da etapa final de jogo contra o Cerâmica, no Rio Grande do Sul, e somou o primeiro ponto na competição

O Operário segue sem vencer na Série D do Campeonato Brasileiro. O alvinegro de Vila Oficinas arrancou um empate de 1 a 1 aos 45 minutos da etapa final de jogo contra o Cerâmica, no Rio Grande do Sul, e somou o primeiro ponto na competição. O gol do Fantasma foi marcado por Ícaro. No próximo final de semana, o Operário folga na tabela.

O resultado não foi bom para nenhuma das equipes, que continuam entre os últimos colocados no grupo 7. O líder da chave é o Cene, com sete pontos em três jogos. O Oeste está em segundo com quatro pontos em duas partidas realizadas e o Mirassol soma três pontos em dois jogos disputados. Operário, em três partidas, e Cerâmica, em duas, têm um ponto, cada.

Por Diego Antonelli (JMNews – 2/8/2011).

Pela terceira rodada do Campeonato Brasileiro da Série D, o Operário empatou com o Cerâmica por 1 a 1 na tarde deste domingo(31) no estádio Vieirão, em Gravataí.

O resultado pela situação foi bom para o Fantasma quer perdia o jogo até os 45 min do segundo tempo. Mas na classificação fica em situação complicada no Grupo A7, com 1 ponto em três jogos. O líder é o CENE com 7 pontos.

Em um gramado molhado os times fizeram um jogo sem técnica, o time da casa conseguiu abrir o placar na bola parada, Rogerinho cobrou falta com perfeição e colocou os gaúchos na frente do placar, aos 12 min. O Fantasma buscou a resposta com Matheus que não conseguia finalizar com eficiência.

No segundo tempo o Operário buscou o resultado e pressionou o Cerâmica, mas não conseguia converter as chances criadas. Aos 45 min, o esforço do time paranaense foi premiado, Luciano marca e define o resultado do jogo.

Na próxima rodada o Operário folga e volta a campo no dia 14, quando recebe o Oeste-SP no Germano Kruger.

CERÂMICA 1 X 1 OPERÁRIO

Local: Estádio Antônio Vieira Ramos (Vieirão), em Gravataí.
Dia: 31 de julho

Árbitro: Ronan Marques da Rosa(SC)
Assistentes: João Lucio Monteiro de Souza Júnior(RS) e Maurício Coelho Silva Penna(RS)

CERAMICA: Doni, Jeferson, Djair, Marcão, Pedro; Robson Rafael Carvalho, Rogerinho(Fernando), Eliemar; Dinei(Guto) e Zeferino(Gabriel).
Técnico: Lico Freitas.

OPERÁRIO: Fabrício, Felipe Freitas, Nelinho(Vitor Ramirez), André e Fabiano; Zé Leandro, Serginho Paulista, Ferreira e Maicon(Luciano); Ícaro e Mateus(Diego Martins).
Técnico: Amilton Oliveira