03/09/2017

Até mesmo os jogadores, comissão técnica e todos os envolvidos na campanha do Operário Ferroviário no Campeonato Brasileiro da Série D não imaginavam um placar tão elástico como o que ocorreu na partida de ida da final da competição, domingo passado no Estádio Barretão, em Ceará-Mirim (RN). O Fantasma apavorou e fez 5 a 0 no time do Globo FC, que até então tinha uma ótima campanha neste Brasileirão. Agora, a nação alvinegra está convencida de que nada tira esse título inédito do Operário Ferroviário, que deve se confirmar na partida da volta, marcada para o próximo domingo (10), às 19h, no Germano Krüger.

Depois do jogo no Barretão, o técnico Gerson Gusmão fez uma breve avaliação do resultado. “A gente soube suportar a pressão que o Globo fez no início do jogo. Fizemos um campeonato todo muito bem no sistema defensivo. Então eu acho que coroou toda a nossa trajetória dentro dessa competição. Mais um jogo bom, um jogo consistente e seguro no setor defensivo. E, a partir disso, conseguimos buscar o gol e sair na frente. Aí o Globo teve se expor um pouco mais e a gente traçou uma estratégia para jogar no contra-ataque e fomos felizes. Então tenho que dar os parabéns a todos do grupo, que entenderam a nossa ideia e executaram da melhor maneira”, disse o treinador, evitando o clima de euforia e que só faltam mais 90 minutos para ser campeão brasileiro, em Vila Oficinas.

Domínio e goleada
Numa partida em que o Operário Ferroviário dominou o adversário, os gols foram de Tiago Lima (contra) (1T 23’), Lucas Batatinha (1T 27’), Quirino (2T 8’), Jean Carlo (2T 18’) e Dione (2T 38’). O Fantasma iniciou a partida no Barretão com: Simão, Danilo Báia, Alisson, Sosa, Peixoto, Chicão, Serginho Paulista, Robinho, Jean Carlo, Quirino e Lucas Batatinha. No segundo tempo, entraram Dione, Daisson e Willian Daltro nos lugares de Robinho, Lucas Batatinha e Serginho Paulista.

Da Redação (Diário dos Campos – 04/09/2017)

O Operário Ferroviário venceu o Globo (RN), na tarde deste domingo (3), pela primeira partida da final da Série D do Campeonato Brasileiro. O Fantasma fez 5 a 0 no Estádio Barretão e abriu grande vantagem para o jogo da volta.

O Alvinegro conseguiu segurar a pressão do time da casa no início do primeiro tempo e, aos 23 minutos, após falta cobrada por Robinho, Tiago Lima desviou para o gol e marcou contra. Dois minutos depois, Robinho foi derrubado na área e a arbitragem marcou pênalti, que foi convertido por Lucas Batatinha.

Na segunda etapa, o Operário tomou conta da partida e ampliou a vantagem com mais três gols. Aos oito minutos, Lucas Batatinha deu assistência para Quirino marcar. Aos 18 minutos, novamente com assistência de Lucas Batatinha, Jean Carlo marcou o dele. E Dione fechou a goleada aos 38 minutos, após receber passe de Chicão.

O Fantasma iniciou a partida com Simão, Danilo Báia, Alisson, Sosa, Peixoto, Chicão, Serginho Paulista, Robinho, Jean Carlo, Quirino e Lucas Batatinha. No segundo tempo, entraram Dione, Daisson e Willian Daltro nos lugares de Robinho, Lucas Batatinha e Serginho Paulista.

Em entrevista coletiva, o técnico Gerson Gusmão avaliou o desempenho da equipe. “A gente soube suportar a pressão que o Globo fez no início do jogo. Fizemos um campeonato todo muito bem no sistema defensivo. Então eu acho que hoje coroou toda a nossa trajetória dentro dessa competição. Mais um jogo bom, um jogo consistente e seguro no setor defensivo. E, a partir disso, conseguimos buscar o gol e sair na frente. Aí o Globo teve se expor um pouco mais e a gente traçou uma estratégia para jogar no contra-ataque e fomos felizes. Então tenho que dar os parabéns a todos do grupo, que entenderam a nossa ideia e executaram da melhor maneira”.

A partida de volta da final da Série D entre Operário e Globo será no domingo (10), às 19h, no Germano Krüger.

FICHA TÉCNICA
Globo 0x5 Operário
Campeonato Brasileiro – Série D – Final – Partida de ida
Estádio Barretão – 03/09/17 – 17h

Globo: Dasaev, Ângelo, Jamerson (Geovane), Gravatá, Renatinho Carioca, Erick, Reinaldo, João Victor (André), Tiago Lima, Gláucio e Dênis (Eduardo). Técnico: Luizinho Lopes.
Banco: Mizael, Alexsandro, Luiz Henrique, Cosme, Pablo Franklyn, Bebeto, Sidney, Negueba e Ronald.

Operário: Simão, Danilo Báia, Alisson, Sosa, Peixoto, Chicão, Serginho Paulista (Willian Daltro), Robinho (Dione), Jean Carlo, Quirino e Lucas Batatinha (Daisson). Téc: Gerson Gusmão
Banco: Matheus, Diego Macedo, Tiago Alencar, Acácio e Vandinho.

Gols: Tiago Lima (contra) (1T 23’), Lucas Batatinha (1T 27’), Quirino (2T 8’), Jean Carlo (2T 18’) e Dione (2T 38’) (Operário).

Árbitro: Marcelo de Lima Henrique – RJ (CBF)
Árbitro Assistente 1: Dibert Pedrosa Moises – RJ (CBF)
Árbitro Assistente 2: Michael Correia – RJ (CBF)

Das Assessorias (Diário dos Campos – 04/09/2017)

O Operário Ferroviário pavimentou uma via rápida rumo ao seu primeiro título de competição nacional. O Fantasma de Vila Oficinas foi a Natal (RN) e goleou a equipe do Globo pelo por 0 x 5 no primeiro jogo da final da Série D do Brasileirão.

O placar foi aberto aos 25 do primeiro tempo, com o gol contra do camisa 10 adversário, depois de bola alçada na área. Lucas Batatinha ampliou o placar de pênalti, aos 25 minutos da etapa inicial. Quirino ampliou o placar, em um dos contra-ataques letais do alvinegro. Jean Carlo anotou o quarto e Dione fechou a goleada.

O Fantasma construiu uma vantagem vitória fora de casa. Agora só faltam 90 minutos para o Operário conquistar o título.

O jogo final será no Estádio Germano Krüger, no próximo dia10 de setembro. Os ingressos estão à venda nas lojas dos patrocinadores do Operário.

Mais informações na edição impressa do DC.

Da Redação (Diário dos Campos – 03/09/2017)