Alvinegro enfrenta o Roma hoje, em casa, em busca da primeira vitória no Campeonato Paranaense; Paiva deve manter a equipe que perdeu para o Atlético-PR

João Paulo  admite que equipe precisa tomar cuidado para não sofrer gols no início da partida - Foto: Fábio Matavelli

João Paulo admite que equipe precisa tomar cuidado para não sofrer gols no início da partida - Foto: Fábio Matavelli

O Operário não venceu ainda no Campeonato Paranaense, tem apenas um ponto somado em dois jogos e o discurso adotado é da necessidade de vencer hoje à tarde, já que nas duas próximas rodadas a equipe vai jogar fora de casa. Uma derrota pode colocar o time ponta-grossense nas últimas colocações da classificação, proporcionando um mau momento já no início de campeonato.

Entretanto, o Roma de Apucarana, adversário de hoje, às 17 horas, no Germano Krüger também se encontra na mesma situação, sem ter vencido, e precisando somar pontos para se afastar das últimas colocações. Por conta disso, o chavão ‘jogo de seis pontos’ foi adotado à exaustão no Operário nos últimos dias.

“O Roma está com o mesmo número de pontos, e uma vitória é fundamental para nos dar confiança”, comenta o zagueiro João Paulo. “O trabalho está existindo, e temos que buscar os pontos em casa para alcançar as primeiras colocações, A tendência é melhorar, estamos no caminho certo, ninguém está satisfeito com os últimos resultados”, endossa o meia Elvis.

Para o treinador Carlos Paiva, existe o diferencial entre Roma e Operário no fato de a sua equipe ter tido bons momentos contra Atlético-PR e Paranavaí. “O jogo contra o Atlético é uma partida atípica, por ser um time grande, e jogamos de igual para igual, e buscamos o resultado contra o ACP. Agora temos a necessidade de somar três pontos”, pregou o treinador.

Além da importância de somar três pontos diante o torcedor também é reforçada com o retrospecto dos dois primeiros jogos, quando o Operário sofreu gols já nos minutos iniciais da partida.

João Paulo admite que houve falhas diante Atlético e Paranavaí, e que elas não podem se repetir hoje à tarde. “Temos que fazer de tudo para não tomar esses gols. Temos que trabalhar, arrumar e não sofrer gols, porque aí é pelo menos um ponto já garantido”, analisa o zagueiro.

IGUAL
O técnico Carlos Paiva irá repetir a escalação do time titular que perdeu para o Atlético-PR na última quarta-feira. Com isso, o alvinegro deve jogar com Gabriel, Jeferson, Renato Saldanha, João Paulo e Wellington Santos; Zé Leandro, Marcelo Carvalho, Jocian e Elvis; Baiano e Ícaro.

RODADA:
17 HORAS
Arapongas x Paranavaí
Rio Branco-PR x Atlético-PR
Operário x Roma-PR
Toledo-PR x Cianorte

Da Redação (Diário dos Campos – 29/1/2012).

Uma resposta a Diário dos Campos: Operário tem ‘jogo de seis pontos’