O estádio Fernando Chaburb Farah, ou melhor, o Gigante do Itiberê, em Paranaguá, recebeu na tarde de hoje (30) a partida entre o Rio Branco e o Operário, válida pela 5ª rodada do Campeonato Paranaense. E quem levou a melhor foi o Fantasma, com um gol no último minuto de jogo a equipe de Ponta Grossa volta do litoral com três pontos na bagagem.

Empate sem gols
O primeiro tempo de jogo foi bastante movimentado. Apesar do técnico Amilton Oliveira repetir a mesma escalação do Operário que venceu o Atlético na última quarta-feira (26), o padrão de jogo apresentado pela equipe não foi o mesmo.

Foi o Rio Branco que esteve perto de abrir o placar na primeira etapa, entretanto, pecava nas finalizações. O goleiro Ivan foi forçado a trabalhar bastante, mas, o placar ficou mesmo no 0 a 0.

Vestiário ganha jogo
A bronca no vestiário do Operário deve ter surtido efeito. Logo na volta do intervalo, aos 50 segundos de jogo, Lisa cruzou a bola para a área e o atacante Mateus mandou a bola de cabeça para o fundo das redes abrindo o placar.

Com a vantagem no marcador, o Fantasma ganhou mais tranqüilidade e pode explorar mais as jogadas no meio de campo. Logo depois, Serginho Paulista foi expulso e o Rio Branco cresceu novamente, levando sufoco a equipe de Ponta Grossa.

Em seguida, Edu Sales, do Rio Branco, também foi expulso e a partida voltou a ficar equilibrada com dez jogadores para cada lado. Aos 45 minutos Negreiros acabou empatando para a equipe do litoral.

Quando parecia que o resultado seria mesmo o empate, no minuto seguinte Rilber dominou a bola na grande área e em uma bela jogada individual marcou o gol da vitória do Operário.

Na próxima rodada o Fantasma enfrenta o Roma, em Apucarana, às 20h30, no estádio Bom Jesus da Lapa. Já o Rio Branco enfrenta o Cianorte, no estádio Albino Turbay, também às 20h30.

FICHA TÉCNICA
RIO BRANCO 1 X 2 OPERÁRIO

Rio Branco: Alexandre; Leandro, Reginaldo Nascimento, César Romero e Esquerdinha; Mini, Duda, Baiano (Eduardo Salles), Josafá; Negreiros e Bruno Flores.
Técnico: Saulo de Freitas

Operário: Ivan, Lisa, Vinícius, João Paulo e Gilson. Lucas Michels, Serginho Paulista, Cambará e Rilber. Hevandro (Serginho Catarinense) e Mateus (Arilson).
Técnico: Amilton Oliveira

Local: Estádio Fernando Chaburb Farah – Paranaguá
Data/Horário: 30/01/2011, às 17 horas.
Árbitro: Ricardo de Lima Legnani.
Assistentes: Diogo Morais e Sidmar dos Santos Meurer.

Cartões vermelhos: Serginho Paulista, pelo Operário. Eduardo Salles, pelo Rio Branco.
Gols: Negreiros, aos 45 minutos do 2º tempo pelo Rio Branco. Mateus, aos 50 segundos do 2º tempo e Rilber aos 46 minutos do 2º tempo pelo Operário.

Por Regina Ferreira (Redação em Campo – 31/1/2011).

Os comentários estão encerrados.