Treinador vai mudar time titular para a partida de domingo no Estádio Germano Krüger; Eduardo Rato dará lugar para Zé Leandro e Danielzinho vai para o ataque

O técnico do Operário Ferroviário, Pedro Caçapa, confirmou ontem que o time que vai para campo contra o Joinville no domingo terá mudanças em relação ao grupo que estreou com derrota no Rio Grande do Sul (1 a 0 para o São José). A alteração será apenas uma só, mas mexerá em três posições e assim ter a possibilidade de contar com um time mais agressivo, que busque já ‘sufocar’ os rivais nos primeiros minutos.

Foto: Ontem o trabalho foi diferenciado no Operário com treinos na quadra de areia

“O que precisa mudar no time é um pouco da atitude. Queremos uma marcação forte, mas também um time mais agressivo para junto com a torcida pressionar o adversário”, enfatiza Caçapa.

Para o confronto no Estádio Germano Krüger, em Ponta Grossa, o atacante Eduardo Rato vai para o banco de reservas e o volante Zé Leandro entra como titular. Contudo, a mudança não deixará o time mais defensivo – até pelo contrário, como afirma o treinador. “Assim o Danielzinho que jogou no meio vai para o ataque junto com o Edenilson, dando uma maior movimentação. O Zé Leandro entra e avançamos um pouco mais o Diego Zanutto. Já o Rilber que atuou como volante terá mais liberdade na criação”, explica o comandante do alvinegro.

Para os atletas o clima é de tranquilidade, apesar do resultado adverso na estreia. “Lógico que foi um resultado que não esperávamos, mas agora vamos para cima do Joinville, que é uma grande equipe. Mas estamos confiantes e esperamos com o apoio da torcida para vencer”, destaca o atacante Léo Gazolla, que entrou no decorrer da partida no Rio Grande do Sul e deu uma boa movimentação ao time do Operário.

e-Mais
A Confederação Brasileiro de Futebol (CBF) já confirmou a escala de arbitragem para o jogo de domingo entre Operário e Joinville, que acontecerá a partir das 16 horas no Estádio Germano Krüger, em Ponta Grossa. O trio será do Mato Grosso do Sul. O árbitro será Marcos Mateus Pereira. Ele será auxiliado por Adnilson da Costa Pinheiro e Edmilson da Silva Rodrigues. O quarto árbitro será o paranaense Fábio Filipus. O observador será Sávio Christani de Pádua, também do Paraná.

Por Alexandre Costa (JMNews – 21/07/2010).

Os comentários estão encerrados.