Rumores de provocações via internet entre torcidas do Operário e do Joinvile e também uma suposta tensão prestes a explodir entre as facções ‘Fúria Jovem’ e ‘Trem Fantasma’, motivaram o comandante do 1º Batalhão da Polícia Militar, tenente-coronel Marco Aurélio Czerwonka, a chamar a direção das duas organizadas para uma reunião ontem às 2 horas na sede da corporação. A ‘Trem Fantasma’, antes de os representantes da ‘Fúria Jovem’ chegarem ao local, fizeram um relato. “A ‘Fúria Jovem’ marcou uma confraternização com a torcida do Joinville e combinaram de marchar juntas até o estádio (Germano Kruger)”, disse o seu presidente, Davi Kuhn, referindo-se ao jogo entre as duas equipes no sábado, com início às 16 horas.

Os representantes da ‘Fúria Jovem’, questionados sobre o fato assim que se fizeram presentes, responderam que foram bem recebidos em Joinville no último domingo, quando Operário e a equipe local se confrontaram. “Não fomos hostilizados. Tivemos uma ótima recepção. Vamos apenas retribuir a acolhida”, disse o presidente Cléber José Ricardo.

Foto: ENCONTRO As diretorias das duas torcidas organizadas do Operário desfizeram todas as preocupações da PM

ENCONTRO As diretorias das duas torcidas organizadas do Operário desfizeram todas as preocupações da PM

Os dois dirigentes negaram animosidade entre si e também afirmaram que não costumam se digladiar com torcida organizada alguma. Para eles, pessoas que não pertencem a nenhuma das alas fomentam os conflitos sem identificarem-se.

A reunião prosseguiu com reivindicações dos torcedores e recomendações por parte do comandante e do oficial responsável pelo planejamento de policiamento, major Pinheiro, e do capitão Schulli, comandante da 1ª Companhia. Ficou decidido que cada torcida poderá portar somente cinco bandeiras com hastes de cano PVC sem obstruções, com número de faixas a critério dos torcedores. Ficam proibidos os extintores, arremesso de bobinas de papéis de calculadoras e fogos de artifícios. Não haverá restrições quanto aos grupos de percussão.

Marcelo Sseir, representante do Operário, pediu aos presidentes das torcidas o envio antecipado do cadastro dos integrantes que irão portar as bandeiras. Definitivamente estão coibidas as garrafas e copos de vidro, mesmo que para refrigerantes. Bebida alcoólica já está banida por conta da própria direção do Fantasma.?

PM acompanhará encontro
O tenente-coronel Marco Aurélio Czerwonka, comandante do 1ª Batalhão da Polícia Militar pediu ontem em encontro com representantes das torcidas organizadas ‘Fúria Jovem’ e ‘Trem Fantasma’ do Operário Ferroviário Esporte Clube, para que a diretoria da primeira encaminhe ao capitão Schulli, comandante da 1ª Cia, o endereço e horário em que se dará a confraternização entre a facção e os torcedores do Joinvile, que devem chegar a Ponta Grossa por volta das 12 horas. “Não vamos proibir, mas acompanhar, para que não aja excessos e, ainda, fazer a escolta dos torcedores catarinenses até o estádio”, disse o comandante. O encontro das duas torcidas acontecerá na sede da ‘Fúria Jovem’, em Olarias.

Marcelo Sseir, representante do Operário, lembrou que as duas equipes já estão classificadas; portanto, independentemente do resultado, só há motivos para comemorações.

Por DCMais (1/10/2010).

Os comentários estão encerrados.