jmnews

Ponta Grossa voltará a ficar toda em preto e branco na noite da próxima segunda-feira (14). A partir das 21h, no Estádio Germano Krüger, o Operário Ferroviário faz o jogo mais importante da temporada e pode definir o calendário do time para o próximo ano. Depois de bater na trave duas vezes, o Fantasma finalmente pode conquistar o tão sonhado acesso à Série C do Campeonato Brasileiro depois de 24 anos.

Com a vitória sobre o Maranhão na semana passada por 3 a 1, no Castelão, o Operário entra em campo podendo perder por até dois gols de diferença e, ainda assim, vai comemorar o acesso. A torcida promete comparecer em peso para empurrar o Fantasma rumo à Terceira Divisão nacional e pelo menos 2 mil ingressos já foram vendidos.

Para o diretor de comunicação da Associação Avante Fantasma (AAFA), Thiago Moro, a busca por um calendário cheio é o principal objetivo do Operário desde 2010, quando o time voltou a disputar a Primeira Divisão do Campeonato Paranaense. “É muito complicado você montar uma equipe para disputar apenas o Campeonato Paranaense, que vai de janeiro a abril ou maio. Então é fundamental que esse acesso seja conquistado na segunda com a presença de todos os torcedores”.

Lincoln Almeida, diretor da torcida organizada Trem Fantasma, também vê o apoio da torcida como fundamental na partida mais importante do ano. O acesso à Série C se tornou ‘obrigação’ do Operário depois da campanha fraca na Divisão de Acesso, já que o Fantasma não conseguiu retornar à elite do Estado. “O time precisava dar uma resposta para a torcida, o Gersinho fez algumas mudanças boas no time, e esperamos que a segunda feira seja um dia de alegria”, completa.

Para o volante Chicão, é fundamental que o time jogue com tranquilidade, evitando ao máximo se apoiar na vantagem construída, e sobretudo ter atenção total durante todo o jogo. O volante acredita que evitar os erros é melhor estratégia para evitar sustos na partida: “Não podemos dar espaço para o time deles, e vamos continuar fazendo o que estamos fazendo, que é vencer dentro de casa”, comenta.

Até as 18h deste sábado, os ingressos serão vendidos a preços promocionais: R$ 30, com direito à meia-entrada por R$ 15. No dia do jogo, as entradas custarão R$ 60, com meia-entrada por R$ 30. Os bilhetes são vendidos na Loja do Fantasma (Rua Padre Nóbrega, 265 – Oficinas), no Lojão do Keima (Rua Coronel Cláudio, 59 – Centro) e no Supermercado Vitor (Rua Laudelino Gonçalves, 332 – Chapada). A Loja do Fantasma estará aberta no sábado e no domingo, dias 12 e 13, para venda de ingressos e produtos do Operário e realização de sócio-torcedor. No sábado, a loja atenderá das 9h às 12h30 e das 13h30 às 18h. No domingo, o horário de atendimento será das 9h às 13h.

Em entrevista coletiva na tarde desta sexta-feira (11), o técnico Gerson Gusmão falou sobre as expectativas para o jogo. “Sabemos que o Maranhão vem forte em relação ao que jogou na primeira partida. Agora a nossa equipe também vem mais forte do que jogou lá. Sabemos que precisamos fazer uma boa partida, de muita entrega e de muita inteligência. Então tem tudo para ser um grande jogo. Precisamos ser ofensivos, como fomos nos outros jogos, buscar o gol e ter os cuidados necessários para não ficarmos expostos”.

Operário Ferroviário e Maranhão decidem a vaga na segunda-feira (14) às 21h00, no estádio Germano Kruger. Os ingressos custam R$ 30,00 a inteira, e R$ 15,00 a meia-entrada. Os preços promocionais vão até este sábado (12).

Curuca e Chico Bala não jogam
Suspensos pelo terceiro cartão amarelo, o volante Curuca e o lateral-esquerdo Chico Bala desfalcarão o MAC no jogo de volta contra o Operário-PR no jogo de volta das quartas de final da Série D. Com a ausência da dupla, o técnico Ruy Scarpino deverá fazer algumas adaptações na escalação da equipe após a derrota por 3 a 1, em São Luís. Para o lugar de Chico Bala há a possibilidade de Rômulo Ferreira ser improvisado na lateral-esquerda. No lugar de Curuca, Adauto, que entrou no segundo tempo do jogo de ida em São Luís, deve ganhar a condição de titular no meio-campo.

Euforia
O capitão Chicão acredita que é aceitável a euforia que toma conta da torcida, mas lembra que isso deve ser um sentimento só da torcida e não dos jogadores. “Não podemos entrar nesse ‘oba-oba’. Na segunda-feira temos que ter foco total e manter a concentração. Dentro de casa temos uma excelente campanha e queremos coroar.

Da Redação (Jornal da Manhã – 12/08/2017)

Fantasma fez 3 a 0 diante de sua torcida no Estádio Germano Krüger e permanece na liderança

O Operário Ferroviário venceu o Iraty, na noite desta quarta-feira (12), pela oitava rodada da primeira fase da Segunda Divisão do Campeonato Paranaense. O Fantasma fez 3 a 0 diante de sua torcida no Estádio Germano Krüger e permanece na liderança da competição, com 22 pontos.

O alvinegro impôs o seu ritmo de jogo no primeiro tempo e conseguiu criar boas chances. Aos 25 minutos do segundo tempo, Serginho Paulista recebeu boa bola pela direita e abrir o placar para o Operário. Quatro minutos depois, mais um volante marcou gol. Willian Daltro ficou sozinho com o goleiro e ampliou para o time da casa.

O Fantasma marcou o terceiro gol da partida ainda no primeiro tempo. Aos 44 minutos, Vandinho balançou as redes. No início da segunda etapa, o atacante recebeu cartão vermelho após cometer falta. Mesmo com um a menos, o alvinegro seguiu pressionando, mas a partida terminou em 3 a 0.

O Operário iniciou a partida com Simão, Lisa, Alisson, Sosa, Peixoto, Willian Daltro, Serginho Paulista, Washington, Dione, Jean Carlo e Vandinho. No segundo tempo, entraram Murilo, Daisson e Cristian.

Em entrevista coletiva após a vitória, o técnico Gerson Gusmão elogiou o desempenho da equipe na partida. “Eu acho que o técnico fica satisfeito quando os jogadores procuram fazer aquilo que ele pede. Quando você pede, orienta e vê que os atletas se aplicam para fazer o que foi pedido. E em alguns momentos, não conseguem, porque é natural. Mas procuram fazer. Então é isso que me motiva a cada dia vir trabalhar. Hoje a equipe voltou a fazer um grande jogo, contra uma equipe muito boa, rápida e perigosa. Mas por seguirmos as

orientações de tudo o que planejamos para esse jogo, saímos vitoriosos por 3 a 0”.

O Fantasma volta a jogar pela Segunda Divisão do Paranaense no próximo domingo (16), novamente no Estádio Germano Krüger. O alvinegro enfrenta o Paranavaí, às 15h30, pela última rodada da primeira fase da competição.

Fantasma enfrenta o Paranavaí
O Fantasma volta a jogar pela Segunda Divisão do Paranaense no próximo domingo (16), novamente no Estádio Germano Krüger. O alvinegro enfrenta o Paranavaí, às 15h30, pela última rodada da primeira fase da competição. Na noite de quarta-feira, o Paranavaí venceu a Portuguesa Londrinense, no Estádio Waldemiro Wagner, em Paranavaí. O ACP venceu por 3×0 com gols de Robinho (2) e Alessandro. O time manteve-se na vice-liderança da competição com 20 pontos. A Portuguesa ficou com os mesmos 5 pontos e entrou na zona de rebaixamento.

Gusmão: A equipe voltou a fazer um grande jogo, contra uma equipe muito boa, rápida e perigosa

Da Redação (Jornal da Manhã – 14/04/2017)

Fantasma fez 1 a 0 diante de sua torcida no Estádio Germano Krüger e segue na liderança da competição, com 15 pontos

O Operário venceu o Cascavel CR, na tarde deste domingo (2), pela quinta rodada da primeira fase da Segunda Divisão do Campeonato Paranaense. O Fantasma fez 1 a 0 diante de sua torcida no Estádio Germano Krüger e segue na liderança da competição, com 15 pontos.

No primeiro tempo, o alvinegro conseguiu criar chances e chegar ao ataque, mas o gol só saiu aos 38 minutos. Jean Carlo lançou para Vandinho, o goleiro espalmou e Dione aproveitou a sobra e abriu o placar. O Cascavel também teve oportunidades, mas o goleiro Simão salvou o Operário.

Já na segunda etapa, o time visitante começou a pressionar mais o Fantasma e criou boas oportunidades. Mesmo com a pressão, o alvinegro conseguiu segurar o placar e garantir mais uma vitória na Segundona.

Em entrevista coletiva após a partida, o técnico Gerson Gusmão avaliou o desempenho da equipe. “Nós fizemos um primeiro tempo bom, não tão bom quanto no jogo anterior, mas bom. Criando alternativas, buscando jogadas contra uma equipe muito bem fechada e muito bem organizada. No segundo tempo, é normal que nós íamos cair um pouco, porque a equipe que se defende, corre menos. E a equipe que precisa se movimentar, para sair da marcação, ela desgasta muito mais. Felizmente conseguimos fazer o gol e depois tivemos algumas poucas oportunidades e não fomos felizes. Mas o mais importante é a vitória, a quinta seguida. E esse grupo está de parabéns por ter buscado essa vitória e lutado até o final”.

O Operário iniciou a partida com Simão, Danilo Báia, Diego Macedo, Alisson, Peixoto, Chicão, Serginho Paulista, Washington, Dione, Jean Carlo e Vandinho. No segundo tempo, entraram Lucas Batatinha, Daisson e Willian Daltro nos lugares de Dione, Washington e Serginho Paulista.

Na rodada de domingo, no Municipal Dr. Waldemiro Wagner, o Paranavaí encarou o Iraty e também venceu por 1 a 0. Em Francisco Beltrão, o CE União repetiu o placar de 1 a 0 ao vencer o Grêmio Maringá. Fechando a rodada, em Campo Largo, o Andraus recebeu o Maringá e venceu por 2 a 0. Essa foi a primeira vitória da equipe, que é a penúltima colocada, com três pontos. O Maringá foi derrotado pela primeira vez na competição e ocupa a terceira colocação, com 10 pontos.

Gerson Gusmão > Técnico fala das dificuldades do Operário no jogo realizado domingo. Gusmão: Felizmente conseguimos fazer o gol e depois tivemos algumas poucas oportunidades.

FORA DE CASA

Portuguesa é o próximo desafio
O Operário volta a campo pela Segunda Divisão do Paranaense nesta quarta-feira (5) fora de casa. O Fantasma enfrenta a Portuguesa Londrinense, às 15h, no Estádio Municipal Jacy Scaff. No Municipal Olímpio Barreto, o Apucarana Sports recebeu a Portuguesa Londrinense e acabou derrotado em casa por 2 a 1. A equipe é a única que ainda não venceu na competição e também não pontuou, acumulando cinco derrotas em cinco partidas, e a última colocação. Já a Portuguesa conquistou sua primeira vitória e subiu para a oitava colocação, com cinco pontos conquistados.

Da Redação (04/04/2017 – Jornal da Manhã)