aRede

TJD suspende jogos do Grupo A do Paranaense da 2ª Divisão

Os jogos da primeira rodada da segunda fase do Grupo A, do Campeonato Paranaense da Segunda Divisão – Temporada 2017, deste final de semana, estão suspensos. A decisão é do Tribunal de Justiça Desportiva do Paraná, que suspendeu as partidas: Operário x Portuguesa Londrinense e Iraty x CE União. Na próxima segunda-feira, 24, o tribunal vai realizar julgamento para apurar a escalação de atleta irregular durante a primeira fase da competição.

A Federação Paranaense de Futebol foi intimada da decisão no início da noite desta quinta-feira, 20, através da Medida Inominada, Autos 085/2017, requerida pelo Grêmio Maringá. De acordo com o documento, a Portuguesa Londrinense teria escalado um jogador de maneira irregular na partida contra o Iraty, no dia 16 de março de 2017.

Diz o documento: “defiro em parte a medida liminar requerida, para que sejam suspensos os jogos apenas do “Grupo A” da Segunda Fase do Campeonato Paranaense De Futebol Da Segunda Divisão, até que seja decidido o julgamento dos autos nº 67/2017.

Por Mario Martins (aRede – 20/04/2017)

O Operário Ferroviário Esporte Clube (OFEC), de Ponta Grossa, mantém a campanha invicta no Campeonato Paranaense da Segunda Divisão. Em partida contra o Maringá Futebol Clube, disputado no estádio Regional Willie Davids, em Maringá, o placar não saiu do zero a zero. Foi o primeiro empate do time ponta-grossense, que tinha apenas apreciado o sabor da vitória até a partida deste domingo, encerrada há pouco. Válido pela sétima rodada do Campeonato, o jogo teve início às 15h30, e estiveram presentes mais de 1,5 mil torcedores. Apitou o jogo o árbitro Anderson Iraci Guimarães, que foi auxiliado por Leandro Luiz Zeni e Welvys Fladerson Gomes Afonso.

Foi a partida mais difícil para o clube de Ponta Grossa. O time do Norte do Estado pressionou bastante e criou inúmeras oportunidades dentro da área do Operário, que não apresentou um bom desempenho. Ao voltar para o segundo tempo, o técnico Gersinho Gusmão reconheceu que o Operário precisava melhorar, avaliando que o time já viajou sabendo das dificuldades que o time adversário iria impor. Mesmo no segundo tempo o time do Maringá apresentou um bom ritmo de jogo, sem êxito, porém, de marcar.

No finalzinho da partida, aos 43 minutos, um enorme susto aos torcedores de Vila Oficinas: O goleiro do OFEC, Simão, chegou atrasado em uma bola adiantada e o jogador Marco Aurélio, do Maringá, caiu na área. O árbitro apitou e levantou o cartão amarelo. Para alívio dos fanáticos pelo time ponta-grossense, não era pênalti, mas amarelo direcionado para Marco Aurélio, que tentou induzir o juiz ao erro e acabou expulso. Aos 48 minutos, o apito final.

O Operário mantém a liderança do estadual, com 19 pontos, que segue com o melhor saldo da competição, de 13 gols (14 marcados e apenas um sofrido). O próximo jogo do Fantasma está marcado para quarta-feira, dia 12, quando enfrenta em casa, no Estádio Germano Krüger, a partir das 20 horas, o Iraty.

Por Fernando Rogala (aRede – 09/04/2017)

Fantasma chegou ao gol ainda na primeira etapa com Dione. Equipe foi sufocada no 2º tempo, mas segurou a vitória e chegou aos 15 pontos.

Líder, invicto, com melhor ataque e defesa menos vazada. Este é o Operário Ferroviário na Segundona Paranaense. Na tarde deste domingo (02), o Fantasma manteve o 100% de aproveitamento no torneio ao vencer o Cascavel por 1 a 0 no Estádio Germano Krüger, em Ponta Grossa. Com a vitória, o Fantasma chega aos 15 pontos e está praticamente classificado para a próxima fase do torneio.

A partida em Vila Oficinas foi marcada por um início de jogo intenso e um segundo tempo um pouco mais recuado do Operário, se comparado com as outras partidas do torneio até então. Nos primeiros minutos, o Cascavel dava espaço aos donos da casa e aproveitava o contra-ataque. O Operário chegava ao ataque principalmente com Alisson e Dione. A primeira grande chance dos visitantes veio somente aos 31 minutos, com Alisson Nogueira, mas o goleiro Simão fez grande defesa.

O placar foi aberto aos 38 minutos da etapa inicial. Em jogada de velocidade, Dione recebeu a bola, dominou e mandou para o fundo das redes. A vitória parcial fez com que o Operário priorizasse o setor defensivo e desse mais espaço ao Cascavel.

O segundo tempo foi de grandes chances para a equipe visitante, que pressionava e ameaçava o gol de Simão com frequência. Aos 20 minutos, o Operário chegou às redes novamente, em cobrança de falta, mas o árbitro assinalou o impedimento.

A partir de então foi a vez do Cascavel criar grandes chances. Com ao menos três oportunidades claras de abrir o placar em menos de cinco minutos, os visitantes assustaram os mais de 2,4 mil torcedores do Operário no Germano Krüger.

Apesar do sufoco, o Fantasma segurou o adversário até o apito final e chegou a quinta vitória em cinco jogos no torneio. O próximo desafio do time é na quarta-feira (05), às 15 horas, contra a Portuguesa Londrinense, no Estádio Municipal Jacy Scaff, em Londrina.

Por Rodrigo de Souza (aRede – 02/04/2017)