18/06/2017

O Operário Ferroviário venceu o São Paulo de Rio Grande, na tarde de domingo (18), pela quinta rodada do Grupo A15 da Série D do Campeonato Brasileiro. O jogo aconteceu no Estádio Germano Krüger e terminou em 3 a 1. Com o resultado, o Fantasma chega a 12 pontos e garante a classificação em primeiro para a próxima fase.

O adversário conseguiu abrir o placar aos 4 minutos do primeiro tempo. Após uma falha da zaga alvinegra, Henrique ficou sozinho com o goleiro Simão e balançou as redes. A reação do Operário veio aos 12 minutos. Peixoto cruzou e Alisson desviou para o gol. O time da casa chegou a marcar mais um gol, mas o árbitro anulou.

Na segunda etapa, o Fantasma pressionou mais e conseguiu a virada. Aos 17 minutos, Lucas Batatinha deu passe para Quirino marcar. O alvinegro ampliou a vantagem aos 35 minutos, quando Dione cobrou escanteio e Peixoto cabeceou para o gol.

O Operário iniciou a partida com Simão, Danilo Báia, Diego Macedo, Alisson, Peixoto, Chicão, Índio, Athos, Quirino, Jean Carlo e Lucas Batatinha. No segundo tempo, entraram Sosa, Dione e Washington nos lugares de Lucas Batatinha, Danilo Báia e Athos.

Em entrevista coletiva após a partida, o técnico Gerson Gusmão avaliou o desempenho da equipe. “ Eu me desgastei muito no primeiro tempo, principalmente com nosso sistema defensivo, que normalmente é sólido e erra pouco. Hoje começamos muito bem tecnicamente, só que estávamos errando muito atrás, com muita indecisão. Acabamos tomando um gol em uma infelicidade nossa, mas tivemos poder de reação e conseguimos a vitória. Fizemos um bom jogo e tivemos o apoio da torcida, que nos ajudou quando mais precisamos”.

O Fantasma volta a jogar no Germano Krüger nesta quarta-feira (21) contra o Iraty, às 20h15, pela terceira rodada da segunda fase do Campeonato Paranaense da Segunda Divisão. Pela Série D, o alvinegro volta a campo no domingo (25) contra o Brusque, às 18h, no Estádio Augusto Bauer.

FICHA TÉCNICA
Operário 3×1 São Paulo

Campeonato Brasileiro – Série D – 1ª fase – Grupo A15 – 5ª rodada
Estádio Germano Krüger – 18/06/17 – 15h30

Operário: Simão, Danilo Báia (Dione), Diego Macedo, Alisson, Peixoto, Chicão, Índio, Athos (Washington), Quirino, Jean Carlo e Lucas Batatinha (Sosa). Téc: Gerson Gusmão
Banco: Matheus, Tiago Alencar, Lisa, Acácio, Willian Daltro, Murilo, Schumacher e Vandinho.

São Paulo: Deivity, Feijão, Lacerda, Cleylton, Roberto (Roggia), Gustavo, Fred Saraiva (Neilson), Flávio (Sávio), Pilões, Leomir e Henrique. Téc: Fábio Barros
Banco: Medina, José e Iago.

Gols: Alisson (1T 12’), Quirino (2T 17’) e Peixoto (2T 35’) (Operário); Henrique (1T 4’) (São Paulo)
Cartões Amarelos: Diego Macedo, Peixoto e Chicão (Operário); Deivity, Fred Saraiva e Pilões (São Paulo)

Árbitro : Flavio Henrique Coutinho Teixeira – MG (CBF)
Árbitro Assistente 1: Sandra Maria Dawies – PR (CBF)
Árbitro Assistente 2: Jefferson Cleiton Piva da Silva – PR (CBF)
Quarto Árbitro: Lucas Paulo Torezin – PR (CBF)
Analista de Campo: Helio Henrique de Camargo – PR (CBF)

Público pagante: 2.020 pessoas
Público total: 2.310 pessoas
Renda: R$ 33.980

Das Assessorias (Diário dos Campos – 19/06/2017)

Com 3 a 1 sobre o São Paulo (RS), Fantasma garantiu a classificação para a segunda fase da Série D com uma rodada de antecedência

Mesmo o torcedor mais otimista levou um susto quando o zagueiro Alisson tentou recuar para o goleiro Simão e foi surpreendido por Henrique, que abriu o placar para o São Paulo (RS) em pleno Germano Krüger, logo no início do duelo com o Operário na tarde deste domingo (18). Mas o time de Vila Oficinas buscou forças para reagir, virou o placar e garantiu a classificação antecipada com a vitória por 3 a 1 contra os rivais gaúchos.

Para o técnico Gerson Gusmão, a falha no primeiro tempo gerou desgaste, mas o grupo mostrou o poder de reação do elenco para buscar o resultado. “Eu me desgastei muito no primeiro tempo, principalmente com nosso sistema defensivo, que normalmente é sólido e erra pouco. Hoje começamos muito bem tecnicamente, só que estávamos errando muito atrás, com muita indecisão. Acabamos tomando um gol em uma infelicidade nossa, mas tivemos poder de reação e conseguimos a vitória. Fizemos um bom jogo e tivemos o apoio da torcida, que nos ajudou quando mais precisamos”, avalia o treinador.

Com os gols marcados por Alisson, Quirino e Peixoto, o Operário garantiu o primeiro lugar do grupo A15, com 12 pontos, e não pode mais ser alcançado por nenhum adversário.

O Fantasma volta a jogar no Germano Krüger nesta quarta-feira (21) contra o Iraty, às 20h15, pela terceira rodada da segunda fase do Campeonato Paranaense da Segunda Divisão. Pela Série D, o alvinegro volta a campo no domingo (25) contra o Brusque, às 18h, no Estádio Augusto Bauer.

Da Redação (aRede – 19/06/2017)

Fantasma saiu atrás no placar com falha da zaga, mas buscou a reação e virou a partida no segundo tempo; vitória garante o Operário na segunda fase da Série D

O Operário entrou em campo na tarde deste domingo (18) diante do São Paulo (RS) com a possibilidade de garantir a classificação para a próxima fase com uma rodada de antecedência. Com a derrota do Brusque (SC), o Fantasma precisava dos três pontos para garantir a liderança do Grupo A15 da Série D do Campeonato Brasileiro, e o elenco não decepcionou os 2,3 mil torcedores que compareceram no estádio Germano Krüger: vitória por 3 a 1, com gols de Alisson, Quirino e Peixoto. Henrique descontou para os visitantes.

Com a vitória, o time de Vila Oficinas chega aos 12 pontos e não pode mais ser alcançado pelo Brusque, que tem sete pontos e encara justamente o Alvinegro de Ponta Grossa no último jogo da fase de grupos. O São Paulo permanece na lanterna do grupo e depende de uma combinação de resultados para brigar pela vaga.

O jogo

Apesar da vitória, o jogo começou preocupante para o torcedor. Logo aos quatro minutos, Alisson tentou recuar para o goleiro Simão, mas Henrique se antecipou e abriu o placar no Germano Krüger.

O sufoco não demorou e aos 12 minutos, Alisson se redimiu da falha e marcou o gol de empate depois do bate-rebate na área – a bola desviou em Quirino e enganou o goleiro da equipe gaúcha, mas o gol foi marcado mesmo para o zagueiro do Operário. O Fantasma chegou a virar o placar aos 17 com Quirino, mas o árbitro marcou falta sobre o goleiro Deivity.

O Fantasma foi para o intervalo com a sensação de que faltava caprichar um pouco mais para conseguir a virada e, em menos de dois minutos da segunda etapa, o goleiro adversário teve que trabalhar duas vezes para evitar o gol alvinegro.

Os gaúchos conseguiram equilibrar as ações, mas Quirino colocou os donos da casa na frente depois de receber na cara do gol. Aos 34, na cobrança de escanteio de Dione, Peixoto apareceu no meio da área e subiu de cabeça para tocar no canto esquerdo de Deivity. A vitória garante a primeira posição do grupo A15 e a vaga na segunda fase da Série D.




Da Redação (aRede – 18/06/2017)