16/07/2017

A torcida respirou aliviada e o time vibrou muito com a vitória por 2 a 1 sobre a Desportiva Ferroviária (ES) neste domingo (16) no Germano Krüger. Mas o técnico Gersinho Gusmão não se deixou levar pela euforia da classificação às oitavas de final da Série D do Campeonato Brasileiro e apontou os defeitos que percebeu na equipe no jogo decisivo deste fim de semana.

“Infelizmente não foi o primeiro tempo que planejamos. Nossa equipe ficou abaixo do que pode apresentar. Mas são circunstâncias. Sabíamos da importância do jogo eliminatório, tem uma carga emocional muito grande”, avalia o treinador, já projetando um time ainda mais entrosado com a chegada dos reforços Robinho e Rodolfo. “Felizmente hoje temos um elenco muito bom, com jogadores com condições de buscar e brigar pela titularidade. Aqueles que entraram tiveram um bom desempenho e conseguimos um resultado justo e a classificação”, completa o técnico do Operário.

O jogo
Com a vantagem de poder perder por até um gol de diferença, já que venceu fora de casa por 2 a 0 o jogo de ida, o Fantasma entrou em campo com força total na tarde deste domingo com Simão, Danilo Báia, Alisson, Sosa, Peixoto, Chicão, Índio, Athos, Washington, Quirino e Lucas Batatinha. No segundo tempo, entraram Robinho, Vandinho e Jean Carlo nos lugares de Washington, Lucas Batatinha e Athos.

No primeiro tempo, as duas equipes criaram boas jogadas, mas não conseguiram chegar ao gol. Já na segunda etapa, o alvinegro abriu o placar aos 2 minutos. Lucas Batatinha encontrou Washington e o meia marcou o primeiro gol do jogo.

A resposta da Tiva veio aos 10 minutos. Após cobrança de escanteio, Zizu deixou tudo igual. Mas o Operário continuou pressionando e, antes do fim do jogo, marcou o segundo com Vandinho, que tirou a marcação e chutou para o fundo do gol.

O Operário volta a jogar pela Série D no próximo fim de semana contra o Espírito Santo, no Estádio Kleber Andrade, pela primeira partida das oitavas de final. A volta acontece no Germano Krüger.

Da Redação (aRede – 17/07/2017)

O Operário Ferroviário venceu a Desportiva Ferroviária, na tarde de domingo, 16, no jogo de volta da segunda fase do Campeonato Brasileiro da Série D. O jogo aconteceu no Estádio Germano Krüger, em Ponta Grossa e terminou 2 a 1. O Fantasma havia vencido o primeiro jogo por 2 a 0, fora de casa e, com nova vitória, garantiu a classificação para as oitavas de final. O time de Vila Oficinas o volta a jogar pela Série D no próximo fim de semana contra o Espírito Santo, no Estádio Kleber Andrade, pela primeira partida das oitavas de final. A volta acontece no Germano Krüger.

O primeiro gol saiu logo aos dois minutos do segundo tempo, quando Lucas Batatinha encontrou Washington e o meia abriu o placar. A resposta veio pouco depois, aos 10 minutos. Após cobrança de escanteio, Zizu deixou tudo igual. Mas o Operário continuou pressionando e chegou ao segundo gol com Vandinho, que tirou a marcação e chutou para o fundo do gol.

“Infelizmente não foi o primeiro tempo que planejamos. Nossa equipe ficou abaixo do que pode apresentar. Mas são circunstâncias. Sabíamos da importância do jogo eliminatório, tem uma carga emocional muito grande. Mesmo com a vantagem, você tem que saber administrar, sem ser defensivo. Felizmente hoje temos um elenco muito bom, com jogadores com condições de buscar e brigar pela titularidade. Aqueles que entraram tiveram um bom desempenho e conseguimos um resultado justo e a classificação”, comentou o técnico Gerson Gusmão, em entrevista coletiva após o jogo.

Das Assessorias (Diário dos Campos – 17/07/2017)

O Operário Ferroviário está nas oitavas de final da Série D do Campeonato Brasileiro. Neste domingo (16), o Fantasma venceu a Desportiva Ferroviária (ES) no Estádio Germano Krüger por 2 a 1 e avançou no campeonato. Os gols do Operário foram marcados por Washington e Vandinho. Os visitantes descontaram com Zizu. Na partida de ida da segunda fase, o Alvinegro havia vencido a mesma Desportiva por 2 a 0.

Nas oitavas de final da Série D, o Fantasma encara o Espírito Santo (ES). A primeira partida será no Estádio Kléber Andrade, em Cariacica (ES), com data prevista para o dia 23 de julho. A partida de volta, prevista para o dia 30 de julho, será no Estádio Germano Krüger, em Ponta Grossa.

Jogo equilibrado em campo e no placar
A festa estava armada em favor do Fantasma. A diretoria do Operário realizou uma promoção de ingressos para a partida, cortando pela metade os valores dos bilhetes. A torcida correspondeu: público recorde em 2017 nas arquibancadas do Estádio Germano Krüger.

O jogo, porém, começou sonolento. A busca pelo resultado fez com que a Desportiva permanecesse mais com a posse de bola. Apesar disso, as chances não apareceram. Quem atacou primeiro com maior perigo foi o Alvinegro. Aos 13 minutos, Lucas Batatinha ganhou do marcador pela esquerda e colocou na cabeça de Washington, mas o meia mandou para fora.

A resposta da Desportiva veio um minuto depois. Após contra-ataque, Edinho arriscou da esquerda, mas a finalização passou longe do gol. O Fantasma começou a equilibrar as ações na metade da primeira etapa, mas os erros no último passe impediram que as oportunidades levassem perigo.

Contudo, aos 29 minutos, Quirino desperdiçou chance incrível de abrir o placar. Washington fez cruzamento na pequena área e o atacante, de chapa, mandou por cima do gol. O Operário continuou no ataque, e aos 34 minutos, quase chegou ao gol. Lucas Batatinha mandou cruzamento direto para o gol, e Felipe se esticou todo para espalmar para escanteio.

O Operário ainda teve outra chance de balançar as redes antes do intervalo. Após boa jogada de Batatinha, a bola chegou para a forte finalização de Washington, mas Felipe fez a defesa em dois tempos. A Desportiva também chegou bem durante os acréscimos, mas o cruzamento de Sorriso parou em Chicão.

Fantasma marca no início e no fim da segunda etapa para sair vitorioso
No primeiro minuto da segunda etapa, a torcida do Fantasma estendeu um bandeirão na arquibancada. Segundos depois, o Operário abriu o placar. Lucas Batatinha recebeu na área, fez o pivô e rolou para Washington. O meia chutou de fora da área e fez um golaço para colocar o Alvinegro na frente.

A vantagem do Fantasma durou pouco. Aos 11 minutos, Edinho cobrou escanteio na área e Zizu, de cabeça, deixou tudo igual. Após o empate, o jogo ficou calmo e as equipes demoraram a encontrar as oportunidades.

Aos 27 minutos, Lucas Batatinha perdeu um gol incrível. Ele aproveitou falha da defesa da Desportiva, cortou o zagueiro e, cara a cara com o goleiro Felipe, perdeu o controle da bola e finalizou para fora.

A situação da equipe visitante ficou ainda mais difícil aos trinta minutos da segunda etapa. Sorriso levou um drible de Lucas Batatinha, se recuperou e deu uma entrada duríssima no atacante do Fantasma. O juiz apresentou o cartão vermelho direto para o lateral-direito da Desportiva.

Aos 38 minutos, Peixoto cruzou da esquerda e Vandinho completou de cabeça no canto. O goleiro Felipe apenas torceu, e a bola passou a centímetros da trave. Aos 44, nova expulsão nos visitantes. Caetano recebeu dois cartões por reclamação e deixou o jogo mais cedo. Dois minutos depois, o Fantasma enfim garantiu a vitória. Vandinho fez linda jogada pela direita, passou por dois defensores e tocou na saída de Felipe para fechar o placar.

FICHA TÉCNICA
OPERÁRIO 2 X 1 DESPORTIVA FERROVIÁRIA (ES)

Operário: Simão; Danilo Baia, Sosa, Alisson e Peixoto; Chicão, Índio, Athos (Jean Carlo) e Washington (Robinho); Quirino e Lucas Batatinha (Vandinho).
Técnico: Gerson Gusmão.

Desportiva Ferroviária (ES): Felipe; Sorriso, Lacraia, Rafael Olioza e Damião Reis (João Vitor); Caetano, Thiago, Zizu e Edinho; Madison (Weldon) e Teco (Paulo Vitor).
Técnico: Rafael Soriano.

Local: Estádio Germano Krüger, em Ponta Grossa (PR).
Data/Horário: 16/07/2017, às 15h30
Árbitro: Celio Amorim (SC)
Assistentes: José Roberto Larroyd (SC) e Eli Alves Sviderski (SC)

Público/Renda: 3146 pagantes|3536 total|R$ 53500,00.
Cartões Amarelos: Rafael Olioza, Lacraia e Zizu (Desportiva Ferroviária).
Cartões Vermelhos: Sorriso e Caetano (Desportiva Ferroviária).
Gols: Washington, com 1’ e Vandinho, aos 46’ do 2º tempo para o Operário. Zizu, aos 11’ do 2º tempo para a Desportiva Ferroviária.

Por Bruno Stadler (Redação em Campo – 16/07/2017)