04/06/2017

Sem brilhar em campo, o Operário Ferroviário venceu o XV de Piracicaba pelo placar mínimo no Germano Krüger. Mesmo reconhecendo inferioridade técnica no jogo, Chicão realça a postura aguerrida da equipe nos 90 minutos. O capitão alvinegro destaca a entrega e a exibição defensiva do grupo durante a partida.

O duelo do último domingo (4) foi marcado pela pressão dos adversários na segunda etapa. Mesmo com o jogo “feio”, o camisa 5 considera a vitória importante e fala sobre a importância da superação em partidas como essa no campeonato: “No segundo tempo fomos abaixo do que costumamos fazer. Não conseguimos jogar, fizemos muitas ligações diretas, coisa que não estamos acostumados e nos isso prejudicou, tivemos que nos desgastar bastante. Mas Série D é isso aí, tem hora que não dá pra jogar bonito, o importante é vencer em uma decisão como essa”.

A atuação abaixo da média evidenciou outro fato durante o jogo: a entrega e raça dos atletas durante todo o jogo. “A equipe do XV tem qualidade e exigiu muito de nós, mas defensivamente estávamos bem e a nossa concentração estava muito boa. O grupo merece parabéns pela entrega e pela dedicação”, destaca o capitão.

A próxima partida do Operário é novamente contra a equipe paulista. O duelo da próxima sexta-feira (9) no Estádio Barão da Serra Negra é fundamental para o Fantasma, que com vitória ou empate, mantém-se na zona de classificação para a segunda fase.

Das Assessorias (Diário dos Campos – 06/06/2017)

Apesar de ver equipe mal tecnicamente, técnico do Operário destaca força e entrega dos jogadores dentro de campo

Depois da vitória suada por 1 a 0 contra o XV de Piracicaba na tarde deste domingo (4) pela Série D do Campeonato Brasileiro, o técnico do Operário, Gerson Gusmão vê a equipe desgastada e avalia que o time foi mal tecnicamente, mas a entrega dos jogadores garantiu a vitória dentro do Germano Krüger.

“Nossos primeiros 30 minutos foram muito bons e os outros 15 do primeiro tempo nem tanto. Pedi no intervalo para que a gente retomasse esse início bom. Infelizmente, não aconteceu. Tomamos mais 45 minutos de pressão. Estivemos muito mal tecnicamente, mas o que não faltou hoje foi entrega, foi luta, foi brigar por cada bola. E isso eu não posso cobrar dos atletas. Se não fosse essa doação de hoje, nós teríamos perdido o jogo. Nossa equipe terminou muito desgastada porque correu atrás. Agora, estou feliz com o resultado e com os três pontos, fundamentais para os nossos objetivos”, garante o treinador.

O Fantasma iniciou a partida com Simão, Danilo Báia, Diego Macedo, Alisson, Peixoto, Chicão, Serginho Paulista, Athos, Lucas Batatinha, Jean Carlo e Vandinho. No segundo tempo, entraram Quirino, Schumacher e Cristian nos lugares de Lucas Batatinha, Vandinho e Jean Carlo.

O jogo
O alvinegro começou o primeiro tempo atacando mais que o adversário e conseguiu abrir o placar aos 14 minutos. Após tabela de Athos e Lucas Batatinha, Jean Carlo recebeu livre e balançou as redes.

Na segunda etapa, foi a vez da equipe visitante pressionar, mas Simão fez boas defesas e salvou o Operário de tomar o empate.

Com o resultado, o Fantasma segue na segunda posição do grupo, com seis pontos. Os dois times voltam a se enfrentar na próxima sexta-feira (9), desta vez em Piracicaba, no Estádio Barão da Serra Negra, às 20h.

Da Redação (aRede – 05/06/2017)

O Operário Ferroviário venceu o XV de Piracicaba, na tarde de domingo (4), pela terceira rodada do Grupo A15 da Série D do Campeonato Brasileiro. A partida aconteceu no Estádio Germano Krüger e terminou em 1 a 0. Com o resultado, o Fantasma segue na segunda colocação do grupo, com seis pontos e volta a jogar pela Série D na próxima sexta-feira (9), novamente contra o XV de Piracicaba, no Estádio Barão da Serra Negra, às 20h.

O técnico Gerson Gusmão avaliou o desempenho da equipe. “Nossos primeiros 30 minutos foram muito bons e os outros 15 do primeiro tempo nem tanto. Pedi no intervalo para que a gente retomasse esse início bom. Infelizmente, não aconteceu. Tomamos mais 45 minutos de pressão. Estivemos muito mal tecnicamente, mas o que não faltou hoje foi entrega, foi luta, foi brigar por cada bola. E isso eu não posso cobrar dos atletas. Se não fosse essa doação de hoje, nós teríamos perdido o jogo. Nossa equipe terminou muito desgastada porque correu atrás. Agora, estou feliz com o resultado e com os três pontos, fundamentais para os nossos objetivos”.

O jogo
O Alvinegro começou o primeiro atacando mais que o adversário e conseguiu abrir o placar aos 14 minutos. Após tabela de Athos e Lucas Batatinha, Jean Carlo recebeu livre e balançou as redes. Na segunda etapa, foi a vez da equipe visitante pressionar, mas Simão fez boas defesas e salvou o Operário de tomar o empate.

O Fantasma iniciou a partida com Simão, Danilo Báia, Diego Macedo, Alisson, Peixoto, Chicão, Serginho Paulista, Athos, Lucas Batatinha, Jean Carlo e Vandinho. No segundo tempo, entraram Quirino, Schumacher e Cristian nos lugares de Lucas Batatinha, Vandinho e Jean Carlo.

FICHA TÉCNICA
Operário 1×0 XV de Piracicaba
Campeonato Brasileiro – Série D – 1ª fase – Grupo A15 – 3ª rodada
Estádio Germano Krüger – 04/06/17 – 15h30

Operário: Simão, Danilo Báia, Diego Macedo, Alisson, Peixoto, Chicão, Serginho Paulista, Athos, Lucas Batatinha (Quirino), Jean Carlo (Cristian) e Vandinho (Schumacher). Téc: Gerson Gusmão
Banco: Matheus, Tiago Alencar, Sosa, Lisa, Índio, Willian Daltro, Washington, Dione e Daisson.

XV de Piracicaba: Mateus, Cunha (Zé Mateus), Vinicius Simon, Rodrigo, Samuel, Gilson (Gilsinho), Robston, Formigoni, Serginho, Romarinho (Léo Carvalho) e Carlos Alberto. Téc: Marcio Fernandes
Banco: Veloso, Caíque, Tito e Frontini.

Gols: Jean Carlo (1T 14’) (Operário)
Cartões Amarelos: Simão, Chicão, Serginho Paulista, Jean Carlo e Vandinho (Operário)

Árbitro: Reinaldo Silva de Santana – BA (CBF)
Árbitro Assistente 1: Felipe Gustavo Schmidt – PR (CBF)
Árbitro Assistente 2: Joao Fabio Machado Brischiliari – PR (CBF)
Quarto Árbitro: Lucas Paulo Torezin – PR (CBF)
Analista de Campo: Faustino Vicente Lopes – PR (CBF)

Público pagante: 2.151 pessoas
Público total: 2.526 pessoas
Renda: R$ 37.540

Das Assessorias (Diário dos Campos – 05/06/2017)