Paranaense

O Operário Ferroviário segue aguardando a definição da rodada da segunda fase da Divisão de Acesso do Campeonato Paranaense, que deveria ter sido realizada no último domingo, contra a Portuguesa londrinense, no Estádio Germano Kruger. No início da semana, a Portuguesa foi julgada e absolvida pelo TJD, mas o Grupo 1 segue suspenso até que ocorra julgamento da medida inominada proposta pelo Grêmio Maringá, nesta quinta-feira. Dependendo do resultado do TJD, a expectativa é para que o Fantasma entre em campo contra a Portuguesa na próxima quarta-feira (3). Caso isso não ocorra, o clube alvinegro deve entrar com uma ação junto ao TJD.

Da Redação (Diário dos Campos – 26/04/2017)

A virada para a segunda fase da Divisão de Acesso do Campeonato Paranaense começou mesmo truncada para o Operário Ferroviário. Além da primeira rodada ter sido suspensa, em decorrência do tapetão por parte do Grêmio Maringá, o Alvinegro teve uma baixa considerável no final da tarde de segunda-feira. O zagueiro Sosa vai ficar pelo menos três meses afastado dos jogos em decorrência de uma fratura no rosto, quando se chocou com o companheiro Murilo, num lance ocasional. O jogador foi prontamente atendido e deve passar por cirurgia.

Tapetão
O TJD absolveu a Portuguesa Londrinense, no caso do jogador irregular acusado pelo Grêmio Maringá, mas a rodada do Grupo 1 da segunda fase da Divisão de Acesso ainda está suspensa até esta quinta-feira, quando será julgada ação proposta pelo Grêmio Maringá.

Da Redação (Diário dos Campos – 25/04/2017)

O Operário Ferroviário segue com a sua preparação normal, mas aguardando novas notícias, após o cancelamento da partida contra a Portuguesa Londrinense, que deveria ter acontecido no último domingo, em Vila Oficinas. A rodada foi suspensa na noite da última quinta-feira pela Federação Paranaense de Futebol (FPF) devido ao julgamento da Portuguesa Londrinense. A decisão veio através do Tribunal de Justiça Desportiva do Paraná, que suspendeu as partidas do Grupo 1 entre Operário Ferroviário x Portuguesa Londrinense e Iraty x CE União. Desta forma, o tribunal marcou para a noite desta segunda-feira (24), o julgamento para apurar a escalação de atleta irregular durante a primeira fase da competição.

De acordo com o departamento jurídico do Fantasma, só resta aguardar a decisão do julgamento, nesta segunda-feira (24) à noite e esperar pela readequação da rodada, que pode ser realizada já nesta quinta-feira (27). “Estamos na expectativa e acompanhando tudo bem de perto para que a programação seja readequada. Acredito que tudo deve ser resolvido com clareza e o mais rápido possível”, disse Rodrigo Sautchuk, advogado do Operário Ferroviário.

Tudo começou quando a Federação Paranaense de Futebol foi intimada da decisão no início da noite de quinta-feira, 20, através da Medida Inominada, Autos 085/2017, requerida pelo Grêmio Maringá. De acordo com o documento, a Portuguesa Londrinense teria escalado um jogador de maneira irregular na partida contra o Iraty, no dia 16 de março de 2017. Diz o documento: “DEFIRO EM PARTE a medida liminar requerida, para que sejam suspensos os jogos APENAS do “Grupo A” da Segunda Fase do Campeonato Paranaense De Futebol Da Segunda Divisão, até que seja decidido o julgamento dos autos nº 67/2017.

Ingressos
Os torcedores que compraram os ingressos para a partida entre Operário Ferroviário x Portuguesa Londrinense, que foi cancelada no domingo, poderão utilizar os mesmos para a data em que for marcado novamente o primeiro jogo do Fantasma em casa, pela segunda fase da Segunda Divisão do Paranaense. O clube alvinegro também irá ressarcir os torcedores que solicitarem a devolução do dinheiro. Os procedimentos para ressarcimento serão divulgados na sequência. A rodada foi suspensa pela FPF devido ao julgamento da Portuguesa Londrinense.

Por (Diário dos Campos – 24/04/2017)