Paranaense

O Operário Ferroviário empatou com a Portuguesa Londrinense, na tarde dessa quarta-feira (5), pela última rodada da segunda fase da Divisão de Acesso do Campeonato Paranaense. A partida aconteceu no Estádio do Café e terminou 1 a 1. Com o resultado, o Fantasma chega a seis pontos no Grupo A e encerra a participação na competição.

Sem qualquer pretensão na última partida pela Segundona e já de olho no confronto do fim de semana pela Série D do Campeonato Brasileiro, o Fantasma viajou com o elenco reserva e Sub-19. O time foi comandado pelo auxiliar técnico Joel Preisner, já que Gerson Gusmão permaneceu em Ponta Grossa para trabalhar com o grupo que disputará a competição nacional.

Em entrevista após a partida, o auxiliar avaliou o desempenho da equipe. “Embora a gente tenha tomado o gol novamente aos 47 do segundo tempo, a análise é positiva. Os jogadores se esforçaram e fizeram uma boa partida. Tivemos um bom volume de jogo, mais posse de bola e situações claras de gol, mas futebol é resultado. Quando não fazemos o gol, acabamos levando e foi o que aconteceu hoje. Mas fico feliz pelo rendimento do time e pelos atletas terem feito o que foi determinado antes do jogo”.

O jogo
No primeiro tempo, o alvinegro criou mais chances que a Lusa e conseguiu abrir o placar aos 29 minutos. Acácio tentou cruzar, o zagueiro tirou, mas a bola sobrou para Vandinho balançar as redes. Na segunda etapa, Dione desperdiçou duas chances sozinho com o goleiro e a resposta do time da casa veio aos 47 minutos com gol de Gabriel.

O Fantasma iniciou a partida com Ravel, Lisa, Diego Macedo, Dipão, Acácio, Gabriel, Alexandre, Murilo, Dione, Daisson e Vandinho. No segundo tempo, entraram Juninho e João Vitor para saída de Dione e Daisson.

Série D
O Operário volta a campo neste sábado (8), às 15h, no Estádio Engenheiro Araripe, para enfrentar a Desportiva Ferroviária (ES) pela segunda fase da Série D do Campeonato Brasileiro. A partida de volta está marcada para o dia 16 de julho, às 15h30, no Germano Krüger.

Da Redação (aRede – 06/07/2017)

O Operário Ferroviário empatou por 1 a 1 com a Portuguesa Londrinense no Estádio do Café, na tarde de quarta-feira, pela última rodada da segunda fase da Segundona do Campeonato Paranaense. Vandinho fez para o Fantasma, aos 29 do primeiro tempo e Gabriel empatou aos 47 da etapa final. O auxiliar técnico Joel Preslei comandou o time alvinegro, com: Ravel; Lisa, Diego Macedo, Dipão, Acassio, Gabriel, Alexandre, Dione (Juninho), Daisson (João Vitor), Murilo e Vandinho. Com esta despedida da Divisão de Acesso do Estadual, o Alvinegro foca no Campeonato Brasileiro da Série D e volta a jogar neste sábado (8), às 15 horas, no jogo de ida, contra a Desportiva Ferroviária (ES), em Cariacica, pela segunda fase da competição nacional.

Da Redação (Diário dos Campos – 05/07/2017)

O jogo não valia mais nada para as equipes envolvidas. Reflexo disso foram as atuações de Portuguesa Londrinense e Operário pela Segundona Paranaense. Em jogo de poucas chances, o Fantasma aproveitou a única finalização da primeira etapa para abrir o placar com Vandinho. No apagar das luzes, aos 47 minutos da segunda etapa, Gabriel bateu cruzado e selou o empate em 1 a 1. O resultado garantiu o único ponto da Lusinha na segunda fase do campeonato. O Fantasma, que era favorito ao acesso, terminou no modesto terceiro lugar do grupo, com seis pontos.

Única finalização dá vitória parcial ao Operário
A partida não valia mais nada para as duas equipes, que iniciaram o jogo com times mistos. Nos bancos de reservas, três atletas para cada lado. A Lusinha apostou nos jogadores de sua equipe sub-19, vice-líder do Paranaense da categoria. O Fantasma foi com os atletas que não vinham sendo aproveitados. A Portuguesa reconheceu a falta de ritmo de jogo dos atletas alvinegros, e controlou as ações no início da partida. Apesar disso, nenhum das equipes criava chances, e o jogo seguia parado no meio de campo.

Aos 28 minutos, na primeira finalização efetiva, o Fantasma foi feliz. Acácio carregou a bola até a linha de fundo e cruzou para o centro da área. Vandinho, artilheiro do Operário na Segundona, completou para o gol e colocou a equipe visitante na frente. Apesar do gol, ambas as equipes seguiam com dificuldades de criar jogadas. Até o intervalo, o placar não se alterou.

Lusinha arranca o empate no fim de jogo
A segunda etapa não trouxe um jogo melhor que a primeira. Os times se estudavam bastante, e as jogadas demoravam a aparecer. Aos 17 minutos, o Fantasma criou boa jogada com Lisa. O lateral fez bom passe para Vandinho, mas o autor do primeiro gol do Operário não conseguiu repetir o feito da primeira etapa e perdeu chance incrível.

A equipe visitante conseguiu acertar as peças e as jogadas começaram a aparecer. Aos 27 minutos, Dione saiu na cara do gol e finalizou, mas Fabrício fechou bem o ângulo e conseguiu evitar. Aos 35, Dione novamente finalizou bem, para outra grande defesa do goleiro Fabrício. A Lusinha quase encontrou o empate aos 45 minutos da segunda etapa. Em cruzamento para a área, Hotts cabeceou e a bola passou tirando tinta da trave. Aos 47 minutos, porém, a Lusinha deixou tudo igual. Gabriel pegou sobra na área e bateu cruzado para assegurar o único ponto da Portuguesa Londrinense na segunda fase.

FICHA TÉCNICA
PORTUGUESA LONDRINENSE 1 X 1 OPERÁRIO

Portuguesa Londrinense: Fabricio; Tutu, Gustavo, Jadson e Abner (Hotts); Alemão, Gabriel, Anderson e Rondonópolis (Cambé); Moura e Wendell.
Técnico: Walbert Knário.

Operário: Ravel; Lisa, Diego Macedo, Dipão e Acácio; Alexandre, Gabriel, Daisson (Juninho) e Dione (João Vitor); Murilo e Vandinho.
Técnico: Joel Preisner.

Local: Estádio do Café, em Londrina (PR).
Data/Horário: 05/07/2017, às 15h30.
Árbitro: Rodrigo Milani Rosin.
Assistentes: Wagner Junior Bonfim Ledo e Ideidy Henrique Costa.

Público/Renda: não divulgado.
Cartões Amarelos: Tutu (Portuguesa Londrinense). Diego Macedo (Operário).
Gols: Gabriel, aos 47? do 2º tempo para a Portuguesa. Vandinho, aos 28? do 1º tempo para o Operário.

Por Bruno Stadler (Redação em Campo – 05/07/2017)