Operário repete a campanha dos anos anteriores e com a derrota do último domingo fica a um ponto do grupo descenso

Sandro marcou o único gol do Fantasma na derrota por 3 a 1 diante do Paraná Clube Foto: Fábio Matavelli

Sandro marcou o único gol do Fantasma na derrota por 3 a 1 diante do Paraná Clube
Foto: Fábio Matavelli

O Operário teve sua primeira derrota no Campeonato Paranaense, no último domingo(9) contra o Paraná Clube, o que deixou o Fantasma na oitava posição na tabela de classificação. Com cinco partidas disputadas, foram três empates, uma vitória e uma derrota, o alvinegro somou seis pontos e tem mais seis jogos pela frente, no próximo final de semana o Fantasma encara o Arapongas e precisa da vitória.

Que o Operário embala no campeonato na segunda fase do campeonato não é novidade, em 2013 a primeira vitória do Operário veio na quarta rodada e até a quinta somaram quatro empates, após isso a vitória só veio na nona. Já em 2012, até a quinta rodada, foram três derrotas, uma vitória na terceira rodada e um empate.

Só que desta vez o campeonato é mais curto e para ficar tranquilo na competição é preciso classificar entre os oito. Tendo mais seis rodadas pela frente, o Fantasma precisa subir na classificação para não acabar no grupo de descenso, que é o grupo das quatro últimas equipes na tabela que não passam para a segunda fase do campeonato. No descenso os quatro clubes disputam em turno e returno (pontos corridos) duas vagas de permanência na primeira divisão do Campeonato Paranaense.

Em entrevista coletiva após a partida o técnico Gilberto Pereira classificou como atípica a atuação do Fantasma diante do Paraná e ressaltou a importância de avançar na tabela. “Minhas equipes não são para tomar sufoco assim, está provado que foi uma tarde atípica e que a gente precisa corrigir isso mais rápido possível, faltam seis rodadas e vamos buscar essa classificação(entre os oito primeiros colocados), infelizmente a rodada nos dificultou muito, se já estava embolada, deixou tudo pior”, comentou Gilberto.

O técnico ressaltou que a equipe precisa crescer no campeonato. “Não conseguimos fazer partidas boas, o único jogo razoável que fizemos foi contra o Rio Branco(3 a 1 para o Operário), depois jogamos partidas que fomos mais defensivos e força ofensiva não tivemos tanto, não temos uma equipe bem definida, fora conseguimos somar pontos e dentro de casa precisávamos ser mais ofensivos”, disse Gilberto.

Durante a entrevista, o técnico demonstrou seu descontentamento com a situação da partida, diante disso relatou que essa semana os treinamentos serão focados na recuperação do time para o próximo jogo. “Eu estou chateado e decepcionado com minha equipe, mas a gente tem uma semana para tentar recuperar, não vamos jogar duas partidas tão mal, como jogamos hoje(domingo)”, relata. O técnico explicou que precisa existir mudanças dentro de campo. “A gente precisa rever algumas coisas, não somos ignorantes de achar que tudo que aconteceu está certo e continuar, ninguém faz uma coisa e erra porque quer, o que fazemos hoje no time é por necessidade, se deu errado temos que rever e montar outra equipe”, expõe o treinador.

Operário perde e cai três posições na classificação
O Operário perdeu a partida do último domingo(9) contra o Paraná Clube, pelo placar de 3 a 1, foi a primeira derrota do Fantasma na competição. Na partida o Operário começou jogando melhor, teve algumas oportunidades, mas não conseguiu reverter em gols. No meio do primeiro tempo o Paraná se sobressaiu em campo, passou a pressionar o Operário e aproveitar os contra-ataques. Aos 35 minutos do primeiro tempo Giancarlo recebeu a bola na área, bateu e marcou o primeiro.

No segundo tempo o técnico Gilberto Pereira fez mudanças, colocou o meio-campo Sandro no lugar do zagueiro Vitor Hugo, com isso o Fantasma passou a atacar mais, em cobrança de escanteio Basso quase marcou, mas a bola bateu na trave. Aos 25 minutos Giancarlo marcou mais um para o Paraná. Após o segundo gol, o rendimento do Fantasma caiu, dando espaço para Paulinho marcar terceiro.

O gol do Fantasma veio aos 37 minutos Ricardinho passou a bola para Sandro, que desviou o zagueiro e marcou. A partida terminou em 3 a 1 para o Paraná.

Classificação
1° Maringá 10 pontos
2° Rio Branco 10 pontos
3° J.Malucelli 9 pontos
4° Londrina 7 pontos
5° Cianorte 7 pontos
6° Prudentópolis 7 pontos
7° Paraná Clube 6 pontos
8° Operário 6 pontos
9° Atlético 5 pontos
10° Coritiba 5 pontos
11° Arapongas 5 pontos
12° Toledo 4 pontos

Por Rafaela Serrato (Diário dos Campos – 11/02/2014).

Os comentários estão encerrados.