A expectativa do Operário Ferroviário Esporte Clube (Ofec) de apresentar dois novos reforços esta semana não se concretizou. Um dos jogadores, o volante Carlinhos Santos, não foi aprovado no exame médico do Clube. De acordo com o gerente-geral do clube, Jorge Nunes, ele treinou normalmente na terça-feira, e na manhã de ontem o médico confirmou um problema de saúde no jogador. “Seria um contrato de alto risco, então o clube decidiu por não contratar”, define. O contrato não havia sido assinado. “É costume do Operário esperar os resultados dos exames”, define.

Time entra em campo para o último jogo-treino, neste sábado, contra o Brusque (SC), no CT do Caju, em Curitiba

Time entra em campo para o último jogo-treino, neste sábado, contra o Brusque (SC), no CT do Caju, em Curitiba

Outro jogador pleiteado pelo time ponta-grossense era o meia-atacante Marcelo Souza. Ele, porém, nem chegou a se apresentar ao clube, pois decidiu pela proposta do seu atual time, o Batatais, da Série A3 do Campeonato Paulista. “O presidente do Batatais bancou o jogador com uma proposta melhor que a nossa”. As duas negativas foram confirmadas às 10h30 e às 13 horas de ontem, respectivamente.

Diante disso, o Operário retoma a busca por novos jogadores para reforçar o time para as disputas do 100° Campeonato Paranaense 2014. “Como essas definições são muito recentes, e as negociações estavam muito avançadas, teremos de recomeçar do zero, não temos outros nomes em vista ainda, mas na verdade o próprio elenco tem jogadores para suprir essa necessidade. É uma perda, mas ainda temos peças chaves no time”, confirma Nunes, alegando que a experiência do volante Carlinhos havia levado o clube à definição de contratá-lo. Segundo a assessoria de imprensa do Operário, há possibilidade de que sejam anunciadas novas definições somente na próxima semana. Os contratos valeriam até o fim do campeonato, e se o time alcançasse a série D do Campeonato Brasileiro, os contratos se estenderiam até o fim de 2014.

No próximo sábado, o Operário segue para um jogo treino, às 16 horas, no Centro de Treinamento do Atlético Paranaense, o CT do Caju, em Curitiba, onde joga com o Brusque, de Santa Catarina. Este será o último jogo treino, antes da estreia do Operário, em casa, contra o Toledo, às 17 horas do dia 19 de janeiro. Na primeira rodada o Fantasma terá seis partidas em casa. Na segunda joga em casa contra o Rio Branco, no dia 22, às 19h30. O Fantasma encerra a fase de turno também no Germano Krüger, em partida contra o J Malucelli.

Por Gisele Wardani (Diário dos Campos – 09/01/2014)

Uma resposta a Diário dos Campos: Operário perde dois reforços