O Fantasma tem o mesmo número de gols sofridos e marcados, Gilberto Pereira diz que os jogadores também devem buscar soluções

O número de gols feitos pelo Fantasma é a mesma quantia de gols sofridos: oito

O número de gols feitos pelo Fantasma é a mesma quantia de gols sofridos: oito

O Operário voltou quarta-feira de Prudentópolis com um empate sem gols. É a segunda partida que o Operário não marca. Até a sétima rodada do campeonato o Fantasma marcou oito gols, média de 1,4 gols por partida. O artilheiro da equipe é Lucas Batatinha. Oito também é o número de gols que o Operário sofreu durante as sete rodadas. A próxima partida do Fantasma é no domingo contra o Maringá, às 16 horas, no Germano Krüger.

Em relação à atuação do ataque na última partida, em entrevista coletiva, Gilberto Pereira relatou que é preciso buscar soluções. “Só falar dos problemas é fácil, o jogador precisa buscar solução, porque só nós que estamos de fora buscar isso, tornam as coisas difíceis. Eles precisam render mais, porque se não, fica só o treinador buscando”, relata Gilberto.

Dos três primeiros colocados, o número de gols marcados pelo Fantasma, só é maior que o do Coritiba, que está em terceiro e tem sete. O Rio Branco, que está em primeiro tem 10 gols. A equipe que mais marcou foi o J. Malucelli que fez 12, o artilheiro da equipe é o Bruno Batata, que também têm três gols.

Durante essas sete rodadas o ataque do Fantasma foi o setor que sofreu modificações, principalmente nas três últimas partidas. No primeiro jogo, atuaram como atacantes, Andrezinho e Abuda, que no decorrer da partida foi substituído por Maicon. No segundo confronto, contra o Rio Branco, atuaram como atacantes Ícaro, Lucas Batatinha, que foi substituído por Abuda e Andrezinho. Contra o Atlético, Gilberto Pereira começou com os mesmos jogadores, mas no lugar de Abuda, colocou Pedrinho.

Na partida contra o Londrina, o técnico manteve os mesmos números no ataque, só que na hora das substituições usou Everton e Telê. Na partida contra o Paraná, Gilberto não pode contar com o Ícaro, que sofreu uma lesão, no lugar dele, foi escalado Telê. Contra o Arapongas, Gilberto teve mais uma baixa no ataque, Andrezinho não entrou e atuaram como atacantes Lucas Batatinha, que jogou pela primeira vez os 90 minutos e William Rocha, que estreava no campeonato.

No jogo de quarta-feira, entraram como atacantes Lucas e Andrezinho, no segundo tempo os dois foram substituídos por Abuda e William Rocha. A previsão é para que o Ícaro volte para a partida de domingo contra o Maringá.

Jorge Preá é contratado pelo Fantasma
Jorge Preá chega como mais uma opção para Gilberto Pereira para a partida de domingo, o atleta assinou com o clube ontem. O atleta garante estar pronto para entrar em campo, já que estava atuando em uma excursão pela Turquia. “Fiz 11 jogos em 30 dias por lá [Turquia]. Depois fiquei cerca de 10 dias em recuperação, mas acredito que já consiga jogar pelo menos 45 minutos no domingo. Não dá para enrolar, estou pronto pra jogo”, comenta o jogador.

O departamento jurídico do clube já enviou toda a documentação para a Federação Paranaense de Futebol (FPF). A expectativa é que o atleta entrasse no BID ontem ou, no mais tardar, na sexta. O supervisor de futebol do clube, Tico, garante o jogador estará regularizado para entrar em campo do domingo. (Com Assessorias)

Por Rafaela Serrato (Diário dos Campos – 21/02/2014).

Os comentários estão encerrados.