Após o empate em 1 a 1 contra o Paraná, no Ecoestádio Janguito Malucelli, na noite desta quinta-feira (28), houve muita reclamação do Operário em relação à arbitragem. O técnico do Fantasma, Paulo Turra, criticou a atuação do trio de árbitros, que anulou um gol do seu time no segundo tempo, em que Cacá estaria adiantado.

Turra destacou que a equipe foi prejudicada e que os erros sempre são contra os menores. Como sugestão, o comandante alvinegro disse que é necessário profissionalizar a arbitragem, punir financeiramente, dar gancho, passar vídeos com erros nas partidas e que os árbitros precisam se concentrar como os jogadores.

Com o empate, o Fantasma ocupa agora a quarta posição no returno do Campeonato Paranaense, com nove pontos – mesma pontuação de Coritiba e Paraná, mas leva vantagem no saldo. Na próxima rodada, o Operário recebe o J. Malucelli, adversário direto na briga pela vaga à Série D.

Da Redação (Redação em Campo – 29/03/2013).

Uma resposta a Redação em Campo: Operário reclama de gol anulado no Ecoestádio