Arapongas e Operário se enfrentaram na noite de hoje (23), no Estádio dos Pássaros, em Arapongas, pela segunda rodada do Campeonato Paranaense de Futebol 2013. Após a reclamação da torcida do Arapongas por duas penalidades não marcadas, a partida terminou empatada em 1 a 1, com Edimar marcando pelo Operário no primeiro tempo e com Rick empatando o jogo no começo do segundo tempo.

Edimar marca e Operário faz seu primeiro gol no Paranaense 2013
O primeiro ataque perigoso foi do Operário. Mal o árbitro apitou o início da partida e Rone Dias teve uma boa chance de abrir o marcador. Edson bem posicionado evitou o gol do Fantasma, para alívio da zaga do Arapongas. Logo depois foi a vez dos donos da casa levarem perigo a meta do goleiro. Silvio também, bem posicionado, evitou o balançar das redes. Tudo isso antes dos cinco primeiros minutos.

Aos 17 minutos, Thiago Augusto quase abriu o placar. Depois de um bate e rebate, a bola sobrou pro atacante que chutou forte, mas errou a mira e a bola acabou saindo pela linha de fundo. Na sequência, a torcida do Arapongas reclamou de um pênalti não marcado. Um jogador do Operário colocou a mão na bola dentro da área e o árbitro não assinalou nada. Na reposição de bola, falta perto da área para o Operário. Edimar se antecipou e colocou a bola no fundo das redes após a cobrança, abrindo o placar em Arapongas aos 20 minutos.

Aos 30 minutos, falta para o Arapongão. Rick cobrou no ângulo do goleiro Silvio, que com as pontas do dedo, conseguiu espalmar a bola para a linha de fundo. Com quase 40 minutos, o técnico Zezito foi obrigado a modificar a equipe. Luis Mário deixou o gramado maxucado e Elielton entrou em seu lugar. Sem mais emoções, o árbitro apita fim de primeiro tempo.

Arapongas arranca empate
O Arapongas voltou para o segundo tempo com mais uma alteração. Paulinho Guará saiu para a entrada de Jabá. O Operário também mexeu. Fabinho saiu e deu lugar a Batista. Aos sete minutos, melhor em campo, o Arapongas empatou a partida. Rick chutou de longe e sem defesas para o goleiro do Fantasma, 1 a 1 no placar.

O Operário sentiu o gol de empate, foi um balde de água fria já no começo deste segundo tempo. O Arapongas, se aproveitando da situação, investia nos contra-ataques pelas laterais do gramado e tentava um golzinho para virar o jogo. Aproveitando o melhor momento na partida, Zezito mudou mais uma vez o Arapongão. Tirou o autor do gol, Rick, para a entrada de Luiz Paulo. Percebendo a modificação do técnico adversário, Lio Evaristo também mudou o Operário. Maicon entrou no lugar de João Paulo.

Aos 41 minutos, o Arapongas teve a oportunidade de virar a partida. Jabá livre ia finalizar quando foi derrubado na área por Thiago Augusto. O árbitro não marcou nada e a torcida ficou na bronca mais uma vez. Por reclamação, após esse lance, o técnico Lio Evaristo foi expulso do campo. O jogo seguiu até os 49 minutos, e mais nenhuma bola balançou as redes. Fim de jogo em Arapongas e 1 a 1 no placar.

Na próxima rodada, o Arapongas enfrenta o J. Malucelli, em Curitiba, enquanto o Operário vai até Paranavaí jogar contra o ACP.

FICHA TÉCNICA
ARAPONGAS 1 X 1 OPERÁRIO

Arapongas: Edson; Pedro Balú, Douglas, Marcelo e Wellington; Russo, Luis Mário (Elielton), Edu Amparo e Rick (Luiz Paulo); Baiano e Paulinho Guará (Jabá).
Técnico: Zezito.
Operário: Silvio; Correia, Alex Moraes, Neguete e Fabinho (Batista); Edimar, Sidnei, Cacá e Rone Dias (Jácio); João Paulo (Maicon) e Thiago Augusto.
Técnico: Lio Evaristo

Local: Estádio José Chiappin (dos Pássaros), em Arapongas.
Data/Horário: 23/01/2012, às 20h30.
Árbitro: Fabio Filipus.
Assistentes: João Fábio Machado Brischiliari e Bruno José Ferreira.

Público/Renda: não divulgados.
Cartões Amarelos: Douglas, Baiano(Arapongas). Fabinho, Neguete, Maicon (Operário).
Gols: Rick aos 7 minutos do 2º tempo pelo Arapongas.Edimar aos 20 minutos do 1º tempo pelo Operário.

Por Regina Ferreira (Redação em Campo – 23/01/2013).

Uma resposta a Redação em Campo: Arapongas e Operário empatam em 1 a 1 enquanto torcida reclama da arbitragem