Treinador elogiou postura da equipe no empate de 1 a 1 no norte do estado. Diferente da estreia, Fantasma foi a campo escalado no sistema 4-4-2, com João Paulo ao lado de Thiago

Cacá atuou pela primeira vez com a camisa do Fantasma e foi bem avaliado
Foto: Thiago Terada

Cacá atuou pela primeira vez com a camisa do Fantasma e foi bem avaliado
Foto: Thiago Terada

O Operário Ferroviário viajou até Arapongas na última quarta-feira e ficou no empate de 1 a 1 contra a equipe da casa, pela segunda rodada do Campeonato Paranaense. Comissão técnica e jogadores saíram de campo frustrados com o resultado, já que o time alvinegro apresentou um bom volume de jogo e criou boas oportunidades para sair com a vitória. O Fantasma teve as estréias do volante Sidnei e do meia Cacá, que foram registrados no Boletim Informativo Diário (BID) da CBF. Além dos dois atletas, Lio Evaristo promoveu o centroavante João Paulo à equipe titular, modificando o estilo de jogo em relação à primeira rodada do estadual.

Com a formação tática no 4-4-2, os atacantes alvinegros foram mais acionados e tiveram boas chances de finalização. Para o treinador do Fantasma, a nova postura da equipe agradou, mas ainda há ressalvas neste posicionamento tático. “O Thiago Augusto, por exemplo, foi diferente e segurou melhor a bola, além de finalizar mais. Hoje os dois atacantes funcionaram bem porque o campo é reduzido. Talvez em um campo grande não funcione, pois precisaríamos de velocidade pelos lados”, explicou Lio Evaristo logo após o empate contra o Arapongas.

Por Felipe Gustavo (JMNews – 25/01/2013).

Uma resposta a JMNews: Lio Evaristo aprova mudança tática