Em entrevista coletiva, treinador anunciou sua demissão. Paulo Foiani assume comando interino. Diretoria procura novo treinador, mas não prevê data para anúncio oficial

No comando do Operário, Lio Evaristo teve aproveitamento de 45,2% em 28 jogos Foto: Clebert Gustavo

No comando do Operário, Lio Evaristo teve aproveitamento de 45,2% em 28 jogos
Foto: Clebert Gustavo

Após garantir a permanência de Lio Evaristo no comando da equipe, a diretoria do Operário Ferroviário foi surpreendida com o pedido de demissão que partiu do próprio treinador. O anúncio oficial veio através das palavras de Lio, que concedeu entrevista coletiva ontem, no Germano Krüger.

O técnico agradeceu à torcida, jogadores, diretores, imprensa e funcionários do clube. Com franqueza, ele admitiu que os resultados negativos e a falta de um padrão tático durante o primeiro turno do Campeonato Paranaense pesaram na decisão. “O motivo é resultado e a parte tática. Meus times sempre foram taticamente organizados, mas dessa vez eu não consegui. Foi minha culpa. Peço desculpas”, lamentou Lio Evaristo.
O pedido de demissão não pegou toda a diretoria de surpresa. O presidente do clube, Laurival Pontarollo, era a favor da permanência do treinador, mas já imaginava a situação que ocorreu nesta terça-feira.

Por Felipe Gustavo (JMNews – 27/02/2013).

Uma resposta a JMNews: Lio contraria diretoria e se despede do Operário