Depois da decisão do Troféu do Interior contra o Londrina, atletas do Fantasma devem deixar o clube para o 2° semestre; Tubarão é um dos possíveis destinos para os alvinegros

Meia Sandro ainda busca espaço em clubes do Campeonato Brasileiro para o restante do ano

Meia Sandro ainda busca espaço em clubes do Campeonato Brasileiro para o restante do ano

A partir da próxima segunda-feira, o destino dos jogadores do Operário Ferroviário deve ser longe do Estádio Germano Krüger. Com a desclassificação da Série D do Campeonato Brasileiro, o futebol profissional em Vila Oficinas só voltará às atividades em 2014 e os destaques do time no Campeonato Paranaense disputarão as competições do 2° semestre por outros clubes. O assédio aos atletas já existe, vindo de todas as partes do país, mas a diretoria alvinegra tenta minimizar a questão pelo menos até a decisão do Troféu Campeão do Interior.

“Qualquer decisão sobre os jogadores, para onde eles vão ou o que vai acontecer daqui para frente, vai ser tomada a partir de segunda”, enfatiza Luiz Alberto Filho, presidente da LA Sports, empresa que administra o futebol profissional no Fantasma. Mesmo assim, o dirigente admitiu que os jogadores do Operário já foram sondados por outros clubes, entre eles o adversário de domingo pelo título do interior, o Londrina. De acordo com informações vindas do Norte do Estado, o lateral-direito Correia, o meia Rone Dias e o atacante Paulo Sérgio são desejos do técnico Cláudio Tencati para a disputa da Série D.

Luiz Alberto confirmou que houve contatos por parte do Tubarão aos jogadores alvinegros – sem citar nomes – durante as semanas decisivas. “Realmente houve isso [o contato], mas já conversei com o Sérgio Malucelli [gestor de futebol do Londrina] e deixei claro que se tiver que ter alguma negociação, ela será após a final”, ressalta o dirigente. Além dos jogadores que se destacaram com a camisa do Fantasma no Estadual, outros atletas também devem deixar o clube para reforçar as equipes da Divisão de Acesso – até com uma possível parceria com o Prudentópolis.

Carreira
Com futuro ainda incerto, o elenco do Operário tem a partida deste domingo como uma vitrine para mostrar serviço aos grandes clubes do país. “Claro que apenas um jogo não decide a carreira de ninguém, mas tem a importância para a sequência do nosso trabalho”, afirma o meia Sandro, que volta ao time após cumprir suspensão pelo terceiro cartão amarelo. O apoiador, inclusive, não escondeu o desejo em disputar a Série A ou B do Brasileirão no 2° semestre, já que vestiu a camisa de Coritiba e Paraná Clube em temporadas anteriores.

“Fiquei cinco anos fora do país e estou buscando meu espaço. Não tenha dúvida que quero sentir o gosto de estar disputando o Brasileiro nas primeiras divisões”, destaca, em entrevista coletiva após a atividade de ontem à tarde em Vila Oficinas. O técnico Paulo Turra – outro que já é sondado por clubes das Séries C e D – comandou uma atividade em campo reduzido nesta quarta-feira, além de ficar quase 30 minutos trabalhando finalizações apenas com os jogadores de ataque do alvinegro de Ponta Grossa.

SUB-15
A equipe sub-15 do Operário Ferroviário conquistou um bom resultado na tarde de ontem, pelo Campeonato Paranaense da categoria. O time do técnico Cristiano Cruz empatou em 0 a 0 com o Coritiba, em partida que aconteceu no CT da Graciosa.

Por Sebastião Machado Neto (Diário dos Campos – 09/05/2013).

Uma resposta a Diário dos Campos: Operário prepara ‘desmanche’ após decisão