Pelo menos cinco caras novas pintarão no time titular do alvinegro para o jogo contra o Paranavaí, às 16 horas, no Estádio Germano Krüger

Se depender do técnico Paulo Turra, o Operário Ferroviário será um time diferente neste domingo. Diante do Atlético Paranavaí, às 16 horas, no Estádio Germano Krüger, o Fantasma de Vila Oficinas não quer repetir os erros cometidos na derrota de quarta-feira diante do Arapongas. E para isso, além da mudança de postura cobrada pelo comandante alvinegro, o time titular virá com pelo menos cinco alterações em relação ao meio de semana. O resultado do jogo válido pela 3ª rodada do 2° turno do Campeonato Paranaense, em caso de derrota, pode colocar o Operário na zona de rebaixamento do Estadual se o Rio Branco vencer o Toledo na casa do adversário.

No treino desta sexta-feira, que aconteceu no campo do Grêmio Kurashiki, algumas destas mudanças foram testadas por Paulo Turra. Na defesa, Alex Moraes volta ao time no lugar de Edimar após cumprir suspensão, enquanto o improvisado Batista deve ocupar a posição do suspenso Alex Cazumba na lateral-esquerda. Outro que volta ao time é o volante Jacio, que conseguiu um efeito suspensivo e está liberado para encarar o ACP. Já no ataque, a mudança é técnica: Reinaldo Mineiro e Maicon Veiga, que entraram na etapa final contra o Arapongas, devem ser os titulares.

“A princípio, é esta situação sim [manter o ataque que terminou o jogo contra o Arapongas]. Já sobre o Cazumba, vamos ter que improvisar mesmo; até buscamos alguns nomes, mas não tem ninguém no mercado”, explicou Turra em entrevista coletiva antes do início da atividade. Além das cinco mexidas, o comandante ainda pode fazer mais duas modificações: Rone Dias, que se destacou na quarta-feira, tem boas chances de ocupar a posição de Pedrinho, enquanto Maicon Macedo sentiu uma fisgada na coxa durante o treino e será avaliado para saber se tem condições de jogo. Caso não vá para o jogo, Felipe Correia é o substituto imediato.

“É provável que a gente vai fazer uma alteração neste sentido sim, para que a gente ganhe um homem de armação no meio-campo. Dentro do que eu vi no jogo e dos treinamentos a gente conseguiu fazer uma avaliação disso. Mas eu não confirmar nada, como vocês já sabem”, esclareceu o técnico. Por outro lado, Rone Dias vive a expectativa de voltar ao time após ter feito um dos gols do Fantasma na derrota de quarta-feira. “Espero ter convencido o técnico Paulo Turra de que posso voltar ao time”, disse o meia, que é o artilheiro do Fantasma no Estadual com três gols.

Preocupação
Sobre o adversário da tarde de hoje, que está um ponto acima do Operário na classificação acumulada (14 a 13), Paulo Turra ressaltou: “Vou falar o que? O Paranavaí está na nossa frente. É um time que tem jogadores perigosos na frente e vai se defender bastante”, disse. Com a classificação para a Série D do Campeonato Brasileiro bastante diminuída após a distância para o J. Malucelli aumentar para 10 pontos, a preocupação do alvinegro neste momento passar ser a zona de rebaixamento. O 10° lugar da classificação acumulada – que define os rebaixados e os classificados à Série D – coloca o Fantasma apenas a frente de Rio Branco (10 pontos) e Nacional (1).

INGRESSOS
O Operário Ferroviário mantém a promoção na compra dos ingressos para a partida contra o Paranavaí. Para quem comprar o ingresso antecipado, vai pagar R$ 30 a inteira e R$ 15 a meia nas cobertas; ou R$ 20 a inteira e R$ 10 a meia na geral. A promoção vale ao meio-dia de hoje.

Ficha Técnica
OPERÁRIO FERROVIÁRIO: Silvio; Maicon Macedo (Correia), Alex Moraes, Neguete e Batista; Jacio, Patrick, Sandro e Rone Dias (Pedrinho); Maicon Veiga e Reinaldo – Técnico: Paulo Turra
ATLÉTICO PARANAVAÍ: Naldo; Marcelo, Célio Lima, Marinho e Wesley; Fernando, Schneider, Alex Ricardo e Leandro; Celinho (Léo) e Felipe Rafael – Técnico: Zezito

Arbitragem: Rogério Menon da Silva
Assistentes: Victor Hugo Imazu dos Santos e Alessandro Rodrigues Mori
Estádio: Germano Krüger – Data: 17/03 – Horário: 16 horas
Ingressos (após ao meio-dia): R$ 40 (geral) e R$ 60 (coberta)

Por Sebastião Machado Neto (Diário dos Campos – 17/03/2013).

Os comentários estão encerrados.