Depois de boa atuação em Arapongas, Fantasma de Vila Oficinas precisa da primeira vitória no estadual para seguir na caça ao líder Londrina, que está quatro pontos a frente do alvinegro

Para garantir confiança, Lio Evaristo destaca evolução do time em conversa com os jogadores Foto: Fábio Matavelli

Para garantir confiança, Lio Evaristo destaca evolução do time em conversa com os jogadores
Foto: Fábio Matavelli

Cruzar o Paraná em busca da primeira vitória. Este é o desafio do Operário Ferroviário, que fez, na tarde deste sábado, uma das viagens mais longas do Campeonato Paranaense para encarar neste domingo, às 17 horas, o Atlético Paranavaí na casa do adversário. O jogo, que acontece no Estádio Valdomiro Wagner, é válido pela 3ª rodada do estadual e coloca frente a frente 6° e 8° colocados, já que o ACP teve uma vitória e uma derrota nos dois primeiros jogos, enquanto o Fantasma da Vila conquistou dois empates – contra Coritiba, no Germano Krüger, e diante do Arapongas, no José Chiapin.

“Nossa responsabilidade é vencer, independente da campanha do Londrina. Temos que pensar exclusivamente no Operário e no desejo da primeira vitória”, ressaltou o zagueiro Alex Moraes no treinamento desta sexta-feira, que aconteceu no Estádio Centenário – Sede Campestre do Clube Verde. Líder do estadual, o Tubarão abriu quatro pontos de diferença sobre a equipe de Ponta Grossa. Para o jogo deste domingo no noroeste do Estado, o Operário não terá mudanças em relação à equipe que empatou em 1 a 1 com o Arapongas. “Os torcedores e vocês da imprensa gostaram da atuação do time lá em Arapongas. Vamos dar moral e confiança para eles”, disse o técnico Lio Evaristo, na entrevista coletiva sexta-feira.

Com isso, mudanças importantes na formação tática do alvinegro serão mantidas, como a presença de dois atacantes – João Paulo e Thiago Augusto – entre os titulares. “Não podemos deixar só nas costas do João Paulo e do Thiago a marcação dos gols”, alertou Lio, destacando a presença ofensiva de outros jogadores do time e o auxílio deles na marcação da saída de bola, ponto bastante trabalhado no treino de anteontem em Ponta Grossa. “A gente procura defender com eficiência, e quanto tiver uma falta ou uma bola parada ajudar os atacantes. Acho que os gols vão sair naturalmente”, disse Alex, que deu o passe para o único gol do Fantasma na competição, marcado por Edimar no jogo em Arapongas.

Trabalho
Com pouco tempo de preparação entre os jogos, a semana alvinegra foi basicamente de recuperação do desgaste das partidas e ajustes táticos no grupo. “Não dá para dar nenhum trabalho de choque com eles, até porque existe um desgaste grande da jogar quarta e domingo”, disse o comandante do Operário. No trabalho de sexta, último antes da viagem para Paranavaí, a prioridade foi para as finalizações e a pressão de saída de bola na defesa adversária. A chegada do elenco do Fantasma ao noroeste aconteceu no início da noite de sábado, após aproximadamente sete horas de estrada.

Liberado pelo BID, Alex Cazumba será opção no banco de reservas Foto: Fábio Matavelli

Liberado pelo BID, Alex Cazumba será opção no banco de reservas
Foto: Fábio Matavelli

Maicon segue no banco e Fabinho ganha ‘última chance’
Na entrevista coletiva desta sexta-feira, a primeira pergunta direcionada ao técnico Lio Evaristo foi se a equipe que enfrentou o Arapongas seria mantida. Sem segredos, o comandante confirmou os 11 titulares que vão enfrentar o Paranavaí no Valdomiro Wagner. Uma das supostas mudanças era a estreia do lateral-esquerdo Alex Cazumba, contratado por empréstimo junto ao Skoda Xanthi (GRE), mas o jogador deve ficar como opção no banco de reservas.

“O que a gente não pode fazer é queimar o jogador. O Fabinho é um grande atleta, já trabalhei com ele várias vezes, e temos que dar um voto de confiança para ele. Se as coisas não funcionarem da maneira como deve ser, a gente toma as providências para o bem do time”, explicou o técnico, confirmando a presença de Cazumba entre os reservas e não descartando que se o jogador vindo do exterior ainda não estiver 100%, Edson Grilo pode ocupar a lateral-esquerda.

Já Maicon, que deu lugar a João Paulo em Arapongas, ficará mais uma vez entre os suplentes. O atacante, inclusive, entrou na etapa final na última quarta-feira e acabou tomando o segundo cartão amarelo em dois jogos, fazendo parte do grupo dos ‘pendurados’ ao lado de Fabinho e Alex Moraes, já que, por uma falha do árbitro Fábio Filipus, o cartão dado a Neguete foi creditado na súmula para o jogador vindo do Atlético.

Após liminar, ACP venderá cerveja no estádio
A diretoria do Atlético Paranavaí, através dos advogados Fábio Franco e Anderson Gonzalez, conseguiu na Justiça a liberação para a venda de cerveja no Estádio Valdomiro Wagner nos jogos da equipe no Campeonato Paranaense. A liminar obtida pelo clube animou o presidente Nivaldo Mazzin, que buscava a liberação desde o início do ano. “A notícia é boa, mas tem todo um tramite jurídico a ser cumprido. Tem de ser comunicado a Prefeitura de Paranavaí e as Polícias Civil e Militar. Mas estará tudo liberado para este domingo, disse o presidente ao jornal Diário do Noroeste.

Sobre o time, o técnico Nei César fará duas mudanças em relação ao time que perdeu para a Coritiba na quarta-feira. Celinho, que se recuperou de dengue – que virou epidemia na cidade desde a última semana, substitui Carlinhos Bahia. Outro que foi picado pelo mosquito transmissor e já está recuperado, o atacante Leomar, também volta ao 11 titular do Vermelhinho no lugar de Renato Dias. “Confio em uma postura diferente daquela que tivemos no jogo contra o Coritiba”, disse Nei César. Entre os jogadores conhecidos da torcida de Ponta Grossa, o goleiro Rudi, que passou pelo Operário na Divisão de Acesso, deve ser o reserva de Naldo na meta dos donos da casa. (Com informações do jornal Diário do Noroeste)

FICHA TÉCNICA
PARANAVAÍ: Naldo, Hesdras, Alex Noronha, Marinho e Anderson; Vieira, Schneider, Alex Ricardo e Celinho; Felipe Rafael (Neizinho) e Leomar – Técnico: Nei César
OPERÁRIO: Silvio, Correia, Alex Moraes, Neguete e Fabinho; Edimar, Sidnei, Rone Dias e Cacá; João Paulo e Thiago Augusto – Técnico: Lio Evaristo

Arbitragem: Antônio Valdir dos Santos
Assistentes: Antônio Camargo de Andrade e Everson de Souza
Estádio: Valdemiro Wagner – Data: 27/01 – Horário: 17 horas
Ingressos (Visitante): R$ 20 (Arquibancada Geral)

Por Sebastião Neto (Diário dos Campos – 27/01/2013)

Uma resposta a Diário dos Campos: Operário afirma necessidade de vitória contra o ACP