Atacante Reinaldo Mineiro, de 28 anos, chega ao Operário após fazer carreira no futebol australiano; jogador tem dupla nacionalidade e já treina com o grupo no Germano Krüger

Atuando pelo Beijing Goan, da China, Reinaldo marcou seis no campeonato nacional desta temporada Foto: Rodrigo Covolan

Atuando pelo Beijing Goan, da China, Reinaldo marcou seis no campeonato nacional desta temporada
Foto: Rodrigo Covolan

Um jogador e um cidadão do mundo. Este é Reinaldo Elias da Costa, o Reinaldo Mineiro, o novo reforço do Operário Ferroviário para a disputa do Campeonato Paranaense: com passagens pelo futebol de cinco países, além do Brasil, o atacante de 28 anos se apresenta ao Fantasma querendo fazer em sua terra natal o mesmo sucesso que fez no futebol australiano. Lá, ele ganhou a dupla nacionalidade e quase vestiu a camisa na seleção nacional. A apresentação do novo avante alvinegro aconteceu na tarde de ontem, no Estádio Germano Krüger, antes do treino comandado pelo técnico Paulo Turra.

“O motivo de ter vindo para o Operário é que o clube pode me dar a visibilidade que preciso no mercado brasileiro, e também pela torcida, que é bastante exigente e apoia bastante o time”, disse Reinaldo, que foi anunciado pelo gerente executivo da LA Sports em Ponta Grossa, Pedro Henrique Poitevin. Antes do Fantasma, o atacante de 1,91 de altura estava jogando pelo Beijing Goan, da China, onde marcou seis gols nos 17 jogos em que atuou no campeonato nacional. Mesmo assim, o jogador está sem disputar uma partida oficial desde janeiro, o que pode adiar a estreia dele com a camisa do Fantasma.

Antes da China, o mineiro de Itaberito passou por times do Catar, Coreia do Sul e Holanda, mas o destaque maior vai para os quatro anos em que o jogador vestiu a camisa do Brisbane Roar, da Austrália. Com a experiência adquirida no futebol daquele país, Reinaldo foi convidado a se naturalizar australiano, mas mesmo assim decidiu rodar pelo mundo e voltar ao Brasil. “Quando o jogador volta para o Brasil tem o momento de adaptação, mas estou chegando aqui e tenho o apoio de todos, e isso facilita bastante” destaca, elogiando os colegas de grupo.

Sobre a pressão de vir para o clube em um momento onde o ataque é o setor mais cobrado do time, Reinaldo se diz acostumado com a situação. “Todo atacante chega com a responsabilidade de fazer gols. Estou acostumado com isso e pretendo ajudar o time nestes 11 jogos que faltam para a gente buscar a vaga na Série D”, ressalta. Já treinando com o grupo de Paulo Turra, o comandante alvinegro admite que o jogador é um ‘ilustre desconhecido’. “Fui buscar algumas informações dele quando fui informado da contratação, mas é um jogador que estava fora da realidade do futebol brasileiro”, explica o técnico do Fantasma.

EM CAMPO
Depois da apresentação de Reinaldo, o técnico Paulo Turra comandou um treino tático em Vila Oficinas. Misturando as prováveis equipes titular e reservas, o comandante alvinegro priorizou o posicionamento nas bolas paradas e na saída de bola do alvinegro.

Por Sebastião Machado Neto (Diário dos Campos – 09/03/2013).

Os comentários estão encerrados.