Fantasma venceu o Atlético – campeão do 2° turno – por 4 a 1 e agora busca a condição de melhor time do interior contra o Londrina, em melhor de duas partidas; alvinegro não conseguiu vaga na Série D

Paulo Sérgio marcou três vezes e comandou vitória alvinegra sobre o Furacão neste domingo Foto: Fabio Matavelli

Paulo Sérgio marcou três vezes e comandou vitória alvinegra sobre o Furacão neste domingo
Foto: Fabio Matavelli

Com tudo que tinha direito. O baile alvinegro em Vila Oficinas teve grito de olé, artilheiro e muita festa dos mais de três mil operarianos que foram até o Estádio Germano Krüger. O Operário Ferroviário goleou o Atlético neste domingo por 4 a 1 e carimbou a faixa de campeão do rubro-negro, que precisou contar com a vitória do Coritiba sobre o Londrina por 3 a 1 no Couto Pereira para levantar a taça em Ponta Grossa. Já para o Fantasma de Vila Oficinas, a vitória não foi suficiente para conquistar a vaga na Série D do Campeonato Brasileiro.

A desclassificação da quarta divisão nacional veio dos pés de Ceará – ex-jogador do Operário – no Estádio Janguito Malucelli, em Curitiba: o meio-campo do Jotinha marcou o único gol da vitória curitibana sobre o Toledo, que confirmou a equipe do Parque Barigui na Série D junto com o Londrina. “Sabíamos da importância de classificar o time para a Série D. Infelizmente não conseguimos a vaga, mas fechamos o campeonato de forma brilhante contra o Atlético, que é um time grande”, disse o atacante Maicon Veiga.

Por outro lado, o pensamento em Vila Oficinas neste momento é na decisão do Troféu Campeão do Interior. O alvinegro vai encarar o Londrina em busca do prêmio de R$ 50 mil dado pela emissora que detém os direitos de transmissão do Estadual e também pela condição de melhor equipe do interior do Estado. “Lógico que não vou dizer que estou 100% feliz, porque fizemos uma campanha da classificação para a Série D no 2° turno. Mas a minha situação pode ficar melhor se a gente conquistar este título do interior, e vamos trabalhar muito para isso”, garantiu o técnico Paulo Turra.

Por ter melhor campanha, o Tubarão terá direito de fazer o segundo jogo da decisão no Estádio do Café e também joga pela vantagem do empate no placar agregado – soma dos resultados das duas partidas – para conquistar o título. Por isso, o trabalho a partir de hoje no Operário será para conquistar um bom resultado na partida de ida, que será em Ponta Grossa no próximo domingo, às 15h50. Nos dois jogos entre as equipes na 1ª fase, foram duas vitórias de visitantes: 1 a 0 para o Londrina no Germano Krüger e 1 a 0 para o Fantasma no Café.

Paulo Sérgio
Nos 90 minutos de futebol entre Atlético e Operário, o personagem principal foi o atacante Paulo Sérgio. Autor de três gols, o camisa 9 comandou a goleada alvinegra balançando as redes aos 23 minutos do 1° tempo, 18 e 32 minutos da etapa final. O Atlético chegou a empatar o duelo antes do intervalo, com o gol de Douglas Coutinho, mas quem fechou o placar foram os donos de casa, através de Sandro, que pegou o rebote do pênalti cobrado pelo 10 alvinegro e defendido pelo goleiro Santos.

“É um momento de glória para mim, venho trabalhando bastante para isso. Vim para cá acreditando no projeto e o grupo me recebeu de braços abertos”, resumiu o carioca de 23 anos, formado nas categorias de base do Flamengo.

Por Sebastião Machado Neto (Diário dos Campos – 30/04/2013).

Uma resposta a Diário dos Campos: Após goleada, Operário mira Troféu do Interior