O Operário recebeu o Corinthians-PR neste domingo (29), às16 horas, no Estádio Germano Krüger, pela última rodada do segundo turno do Campeonato Paranaense 2012. A partida marcou o fim da agenda oficial dos dois times. Os pouco mais de mil torcedores do Fantasma já começam a sentir saudades do time. Pois a partida de hoje, jogo oficial do Operário só em 2013. O Corinthians na próxima partida oficial voltará a ser chamado de J Malucelli. Pois a parceria com o Corinthians paulista não será renovada.

Princípio de jogo agitado
O jogo começou bastante agitado. O Corinthians não se intimidou por jogar fora de casa e começou jogando de igual para igual com o Operário. Porém o Operário estava mais organizado em campo. E aos 11 minutos Ceará acertou belo passe para Marcelinho. O atacante driblou Colombo e abriu o placar.

Os donos da casa jogavam melhor e o Corinthians-PR parecia meio perdido em campo. Aos trinta minutos o Corinthians-PR se refez em campo e começou a levar perigo para a meta de Felipe. Bruno Batata e Erick passaram a receber mais a bola no campo de ataque e Anderson Rosa passou a armar com mais esmero as jogadas de ataque.

Enquanto o Operário teve em Ceará o jogador mais agudo. As jogadas mais perigosas do Fantasma saiam de seus pés. Com a vantagem no placar o Operário recuou e trouxe o Corinthians para o seu campo de defesa.

Ao fim do primeiro tempo o Corinthians ensaiava uma pressão, mas sem muito resultado. Por outro lado George e Ceará tratavam de fazer as jogadas ofensivas do Fantasma. Aos 35 minutos George arriscou um chute e acabou carimbando a trave do goleiro Colombo.

Aos 37 do primeiro tempo, Bruno Batata partiu para cima da defesa do Operário. Ceará que ajudava na defesa, e foi derrubado e o árbitro, Luiz Alves de Abreu, não titubeou. O mesmo Bruno Batata bateu e empatou o jogo.

O gol de empate colocou fogo no jogo. O Operário partiu com tudo para cima do Corinthians. A pressão deu resultado. Em cobrança de escanteio, Maicon encontrou Willian que cabeceou e fez o segundo do Fantasma.

Quando o jogo dava pinta que o primeiro tempo terminaria com vantagem para o Operário, o Corinthians-PR aprontou mais uma. Andrezinho cobrou falta com perfeição e empatou a partida novamente.

Fim da linha em 2012
As equipes voltaram com a mesma vontade demonstrada no final do primeiro tempo. O Operário apertava o Corinthians-PR na defesa, mas sem conseguir o gol. O Corinthians arriscou pouco. Osmar, que entrou no lugar do artilheiro Baiano perdeu uma boa oportunidade em passe de Ceará.

Nem Operário e nem Corinthians conseguiram conquistar a vaga para a Série D do Campeonato Brasileiro. E esta foi a despedida das equipes dos jogos oficiais de 2012. O Operário voltará a atuar oficialmente, só em 2013. Já o Corinthians não volta mais. Pelo menos não com este nome. Já nesta segunda-feira o clube volta a se chamar J Malucelli.

FICHA TÉCNICA
OPERÁRIO x CORINTHIANS-PR

Operário: Felipe; Correia, Neguete, Henrique, George; Willian, Zé Leandro, Ceará, Maicon; Marcelinho e Baiano (Osmar).
Técnico: Lio Evaristo

Corinthians-PR: Colombo; Willian, Gustavo, Muriel, Nelsinho; Flávio, Anderson Rosa, Andrezinho; Samuel (Mineiro), Bruno Batata e Erick.
Técnico: Leandro Niehues

Local: Estádio Germano Krüger, em Ponta Grossa.
Data/Hora: 29/04/2012, às 16 horas
Árbitro: Luiz Alves de Abreu
Assistentes: Cácio Júnior Quadrelli e Ericsander Agostini Duarte

Público/Renda: 971 pagantes 1059 total  R$ 13.370,00
Cartões Amarelos: Colombo, Bruno Batata e Gustavo pelo Corinthians-PR
Gols: Marcelinho, aos 11 do 1° tempo, Willian, aos 45 do 1° tempo pelo Operário. Bruno Batata, de pênalti, aos 38 do 1° tempo e Andrezinho aos 47 do 1° tempo.

Uma resposta a Redação em Campos: Operário e Corinthians-PR se despedem de 2012 com empate