Na noite desta quarta-feira (29), em jogo válido pela primeira rodada do returno do Campeonato Paranaense 2012, o Operário venceu o Paranavaí por 2 a 1 no estádio Germano Krüger. Os três gols da partida, marcados por Maiquinho e Neguetti, pelo Fantasma, e Francis, pelo Vermelhinho, foram anotados no primeiro tempo. Na etapa complementar, o ACP tentou empatar de todas as maneiras, sem sucesso.

Pela segunda rodada do returno, no sábado (3), o Operário vai até Curitiba enfrentar o Atlético. No domingo (4), o Paranavaí recebe o Londrina no estádio Waldemiro Wagner.

Operário sai na frente, diminui o ritmo e ACP desconta
A partida contou com as estreias de Neguetti e Rogério, no Operário, e Alex Noronha, Rodrigo Crasso e Alex Ricardo, no Paranavaí. Com a bola rolando, o Fantasma começou melhor, tendo mais posse de bola e atacando mais que o ACP. Logo aos 11 minutos, o técnico Lio Evaristo teve que fazer a primeira alteração da partida: Wellington, sentindo o joelho, foi substituído por George.

Após os movimentos iniciais, o Operário continuou dominando as principais ações ofensivas do jogo.  E o placar foi aberto aos 20 minutos, pela equipe da casa. Maiquinho recuperou a bola, armou a jogada e finalizou para balançar as redes e colocar o Fantasma em vantagem. Após o gol, o ACP passou a gostar da partida e chegou a marcar aos 28 minutos, com Edenilson, mas o atacante estava em posição irregular.

Buscando ampliar a vantagem, o Operário tentou marcar mais um gol em cobranças de escanteio. E deu certo. Aos 31 minutos, o zagueiro Neguetti aproveitou o cruzamento, cabeceou e fez o segundo do Fantasma. Mas o ACP não demorou a descontar: aos 35, Francis fez jogada individual e marcou o primeiro gol do Vermelhinho na partida.

O ACP quase empatou aos 42 minutos, quando Edenilson chegou bem à frente e acertou a trave operariana. Logo depois, com o jogo sob domínio acepeano, Lio Evaristo foi obrigado a realizar mais uma substituição, colocando Jocian no lugar de Maiquinho, que saiu sentindo uma lesão na coxa. A última chance de gol da primeira etapa foi criada pelo Fantasma. Aos 45 minutos, Ícaro desperdiçou uma oportunidade quase em cima da risca do gol. Após os dois minutos de acréscimo, o árbitro Luiz Alberto Alves de Abreu apitou o fim do primeiro tempo de Operário 2 x 1 Paranavaí.

Paranavaí melhor, em busca do empate
As duas equipes voltaram para a etapa complementar com a mesma formação que terminaram o primeiro tempo. Precisando de uma vitória para diminuir a vantagem do Operário na luta contra o rebaixamento, o ACP começou bem, tendo o atacante Francis como principal arma ofensiva. O Fantasma também chegou com perigo, aos seis minutos, quando o atacante Ícaro acertou a trave acepeana.

As duas equipes mostraram interesse em atacar e buscar mais um gol. O Operário quase marcou o terceiro aos oito minutos, quando Ícaro fez bem o papel de pivô e Rogério finalizou para fora. Depois disso, o ACP cresceu e dominou o jogo durante alguns minutos, e, com a intenção de empatar a partida, chegou à frente algumas vezes.

O Paranavaí continuou melhor na partida, mantendo maior posse de bola e tentando criar oportunidades para empatar. Aos 44 minutos, o meia Alex Ricardo realizou uma boa cobrança de falta e obrigou o goleiro Filipe a fazer mais uma defesa importante para a manutenção da vitória do Operário.

Mesmo com as seguidas chegadas do ACP, o Operário conseguiu segurar o resultado e conquistar os três pontos.

FICHA TÉCNICA
OPERÁRIO 2 X 1 PARANAVAÍ

Operário: Filipe; Rogério; Neguetti, Henrique e Wellington (George); Goiano, Marcelo, Patrick e Maiquinho (Jocian); Baiano e Ícaro.
Técnico: Lio Evaristo.

Paranavaí: Serginho; Hesdras, Alex Noronha (Diogo), Victor e Rodrigo Crasso; Márcio, Rafael Pulga (Marcelo), Pirajú (Rafael Santos) e Alex Ricardo; Edenilson e Francis.
Técnico: Luciano Gusso.

Local: Estádio Germano Krüger, em Ponta Grossa.
Data/Horário: 29/02/2012, às 20h30.
Árbitro: Luiz Alberto Alves de Abreu.
Assistentes: Cacio Junior Quadrelli e Claudemir Aparecido Leibante.
Público/Renda: Pagantes 1.418.
Cartões Amarelos: Neguetti, pelo Operário. Francis, Alex Noronha e Victor, pelo Paranavaí.
Gols: Maiquinho, aos 20 minutos do 1º tempo, e Neguetti, aos 31 minutos do 1º tempo, pelo Operário. Francis, aos 35 minutos do 1º tempo, pelo Paranavaí.

Por João Alves (Redação em Campo – 29/2/2012).

Os comentários estão encerrados.