Não é preciso mais conter a vontade. O torcedor já pode tirar o grito da garganta e comemorar os 100 anos de fundação do Operário Ferroviário Esporte Clube (OFEC). Neste 1º de maio, o Fantasma de Vila Oficinas celebra o centenário.

As atividades iniciaram logo cedo, às 6h, com a Alvorada Festiva, que deu prosseguimento ao Show do Centenário que começou na noite de ontem.

Com programação vasta para esta terça-feira, o Estádio Germano Kruger já recebeu a Missa Campal e se tornou início e chegada da Carreata Trem Fantasma.

“É uma satisfação fazer parte e ser o presidente no ano do centenário. É muito luta, mas no final vale muito, muito a pena”, emociona-se o presidente do Operário, Carlos Roberto Iurk.

Para o torcedor, Vladimir, presente nas comemorações pela manhã, a trajetória do Fantasma é parte fundamental da história do futebol em Ponta Grossa.

“É a emoção de ver o nosso time completar 100 anos. Onde criamos paixão e amigos”, aponta. No período da tarde, há mais festividades no Germano Kruger.

Às 14h vai acontecer uma homenagem a 100 operarianos ilustres. Às 15h será executado o hino oficial, escolhido a partir de concurso cultural. O auge da festa ocorre às 16h com o clássico Operário e Guarani, o Ope-Guá.

“O futebol de Ponta Grossa passa por esse clássico. Vai ser a oportunidade de quem nunca pode acompanhar, ter esse prazer”, acredita Iurk.

Por Emmanuel Fornazari (Redação em Campo – 1/05/2012).

Os comentários estão encerrados.