Com a estreia na Copa do Brasil batendo à porta, o Fantasma quer deixar de lado a má campanha no Paranaense para evitar a eliminação já no jogo de ida diante do Juventude

Operário tenta se reerguer após a goleada por 5 a 0 contra o Atlético. Equipe treinou ontem

Operário tenta se reerguer após a goleada por 5 a 0 contra o Atlético. Equipe treinou ontem

A intenção de voltar com pelo menos um ponto de Curitiba e animado para a estreia na Copa do Brasil, amanhã, contra o Juventude, caiu por terra com a derrota por 5 a 0 para o Atlético-PR. O Operário que dava indícios de reação após a vitória convincente contra o Paranavaí, há menos de uma semana, não entrou em campo e viu o rubro-negro da capital vencer com facilidade. “Não podemos entrar tão desatentos assim. Isso vem se repetindo muito”, bradou o volante, Marcelo, na saída para o intervalo, quando o jogo já marcava 3 a 0.

Além de não apresentar um futebol eficiente, o Operário contou com a lesão de três atletas durante a partida. Sendo assim, o técnico Lio Evaristo não pode mexer nenhuma vez na equipe com a intenção de modificar a estratégia de jogo. No primeiro tempo, Ícaro e Rogério sentiram incômodos musculares. Já no segundo tempo, Filipe cortou a mão em uma dividida e teve que ser substituído. Nos últimos dois jogos, das seis substituições possíveis, o técnico Lio Evaristo precisou alterar cinco vezes a equipe devido a lesões. Contra o Paranavaí, Wellington e Maiquinho saíram contundidos.

Por Emmanuel Fornazari (JMNews – 6/3/2012).

Uma resposta a JMNews: Operário busca equilíbrio