Técnico do Operário perdeu Nelinho, que se contundiu em jogo-treino, e agora busca solução para equipe que já tinha como praticamente certa

Antes do fim do ano, o Operário sofreu com baixas em seu elenco, jogadores que mesmo acertados com o alvinegro, acabaram deixando o clube de Ponta Grossa para ir defender outras equipes.

A direção do time ponta-grossense teve de refazer seu planejamento e buscou novos contratados, e agora, quando acreditava que tinha o elenco praticamente completo, o técnico Carlos Henrique Paiva se vê com mais um problema que deve forçá-lo a mexer no time titular que já estava definido por ele, e mais, obriga os dirigentes mais uma vez ir ao mercado atrás de reforços.

Nelinho se machucou e irá desfalcar o Operário por tempo indeterminado

Nelinho se machucou e irá desfalcar o Operário por tempo indeterminado

O zagueiro Nelinho sofreu uma lesão no tendão de Aquiles no jogo-treino, e a suspeita é de que ele tenha rompido, o que o afasta de praticamente todo o Campeonato Paranaense. A contusão faz com que Paiva reveja a formação do time ideal alvinegro.

Com Nelinho fora dos planos, o técnico do Operário regride em seu planejamento, e pode até mesmo rever o esquema tático que já havia definido. Se até o fim de semana Paiva tinha definido que usaria três zagueiros, e sem Nelinho, pode rever a opção e usar o 4-4-2, com João Paulo e Renato Saldanha formando a defesa.

O treinador alvinegro ainda se depara agora com um número reduzido de zagueiros, com mais dois jogadores para o setor: Henrique e Marcelo Carvalho, sendo que o segundo ultimamente vinha atuando como volante.

Apesar das poucas opções, a direção do Operário ainda estuda se irá buscar mais um reforço. O diretor de futebol Maurício Barbosa informou que pretendia se reunir coma comissão técnica para discutir a necessidade de uma contratação faltando menos de 15 dias para o início do Paranaense. “Vamos nos reunir ainda para discutir a possibilidade e ver se precisa contratar alguém. Temos o Marcelo, que também desempenha essa função, vamos discutir”, ponderou o dirigente.

No jogo-treino de amanhã, em Rio Azul, Paiva deve já começar a buscar uma solução para a sua defesa. Contra o Corinthians-PR, há cerca de um mês, o treinador já havia testado a formação com Marcelo Carvalho variando entre terceiro zagueiro e volante.

JOGO-TREINO
Após perder o compromisso contra o Iraty, o alvinegro volta a enfrentar a mesma equipe amanhã, em Rio Azul, às 20h30. No sábado (14) será a vez do Metropoliano, de Blumenau, desta vez um amistoso, no Germano Krüger, último teste antes da estreia no Estadual.

Da Redação (Diário dos Campos – 10/1/2012).

Os comentários estão encerrados.