Para partida de amanhã em casa, treinador do Operário deve repetir o time que começou diante o Atlético-PR no meio de semana

Operário não deverá ter mudanças entre os titulares para o jogo de amanhã - Foto: Fábio Matavelli

Operário não deverá ter mudanças entre os titulares para o jogo de amanhã - Foto: Fábio Matavelli

O técnico Carlos Paiva irá repetir a mesma equipe titular que perdeu para o Atlético-PR na última quarta-feira. Para o jogo contra o Roma, amanhã, o treinador do Operário não deverá fazer nenhuma alteração na equipe titular.

Ontem Paiva comandou um treino coletivo e sinalizou com a manutenção do 4-4-2, com os mesmos nomes que começaram jogando diante do Atlético. O treinador ainda estuda a possibilidade de lançar um esquema com três atacantes, no entanto, esta alternativa deverá ficar para o decorrer do jogo. Nesta mudança o alvinegro teria um ataque formado por Ícaro, Baiano e Marcelinho, que entraria no lugar de Marcelo Carvalho.

A opção por um time mais ofensivo deverá contrastar com adversário, que tende a vir mais fechado. O Roma tem como técnico alguém que conhece bem Vila Oficinas, Pedro ‘Caçapa’ Damião, que treinou o Operário em 2010. “É um técnico que conhece o Operário, desenvolveu um bom trabalho aqui, sabe da força de se jogar aqui e deve vir com um time mais fechado, com três volantes, saindo só na boa, apostando no contra-ataque. Mas temos que fazer o nosso trabalho e vencer, isso é o que importa”, disse.

O técnico do Operário ressaltou a necessidade de vencer em casa, mesmo que os três pontos venham sem uma boa apresentação. “A gente está em um momento de vencer em casa, temos a necessidade de somar três pontos para ter tranquilidade para dois jogos fora de casa”, discursa. “Temos que pontuar no início no campeonato, não jogar bem, isso vai acontecer somente depois de quatro cinco, rodadas”, complementou.

Ontem a direção do Operário informou que o meia Rilber foi dispensado, sob alegação de ‘motivos internos’, fato que Paiva minimizou. “A gente entendeu o lado da diretoria, o Rilber veio de uma situação repassada pela direção, e fui apenas comunicado”. “Na segunda estarão dois atletas para avaliação, possivelmente um zagueiro e um volante, e o grupo está tranquilo”, completou o treinador.

Da Redação (Diário dos Campos – 28/1/2012).

Uma resposta a Diário dos Campos: Paiva repete o time contra o Roma