Alvinegro encara o Coritiba em ‘decisão’ no Germano Krüger, precisando vencer para seguir com chances para brigar pela vaga na Série D do Campeonato Brasileiro

Ceará, de volta após ficar de fora contra o Londrina, convoca torcida para duelo decisivo de hoje - Foto: Rodrigo Covolan

Ceará, de volta após ficar de fora contra o Londrina, convoca torcida para duelo decisivo de hoje - Foto: Rodrigo Covolan

Uma missão ingrata para o Operário na tarde de hoje: salvar a sua temporada, contra o atual campeão paranaense, líder do segundo turno e adversário a quem nunca conseguiu vencer desde que voltou à elite do futebol estadual.

O alvinegro enfrenta o Coritiba hoje, às 16 horas, no Germano Krüger, precisando vencer. Caso não saia com os três pontos de Vila Oficinas, quaisquer chances de classificação para a Série D do Campeonato Brasileiro – e de ser campeão do segundo turno – estarão praticamente acabadas.

“É um jogo decisivo em todos os aspectos, porque segunda-feira a gente não quer estar de férias. Tomara que a gente possa dar sequência até o final do campeonato, até a última rodada com chances”, almeja o técnico Lio Evaristo. “Para nós só interessa a vitória, senão vão ser dois amistosos no resto do campeonato. A gente sabe que vai ser um jogo difícil, mas precisamos vencer”, complementa o meia Ceará, de volta após ter ficado de fora do confronto com o Londrina no domingo passado.

O discurso adotado por Lio é de acreditar até as últimas chances, sem dar atenção às contas e resultados de outras partidas. “Acredito muito em ambiente, e o ambiente aqui é bom, isso é importante, os meninos estão felizes, sorrindo. Nunca fiz conta, conta no futebol é bola na rede. É isso que temos que pensar”.

O adversário de hoje não nada fácil para o Operário. Líder do segundo turno, o Coritiba busca o título da segunda metade do Estadual, para conseguir ir à final contra o Atlético. No primeiro turno, o time do Alto da Glória goleou por 4 a 1, e nos outros quatro encontros em 2011 e 2010 houve vitória do time da capital.

Por conta da importância do confronto de hoje, outra tecla batida à exaustão durante a semana em Vila Oficinas foi para chamar o torcedor ao Germano Krüger. A direção até mesmo manteve os preços de R$ 20 e – para arquibancada – e R$ 50 – arquibancada coberta – para o duelo de hoje. “A torcida vem comparecendo, e em um jogo difícil como esse tem que estar do nosso lado. Quem viu aquela equipe no primeiro turno brigando para não cair e agora vê a gente brigando pelo título tem a certeza que é uma outra equipe”, disse Ceará.

Da Redação (Diário dos Campos – 15/4/2012).

3 respostas a Diário dos Campos: Operário joga para salvar o ano

  • jeferson disse:

    ESTIVE ONTEM NO JOGO SOU TORCEDOR DO COXA FOMOS ATACADOS COM BOMBAS PEDRAS FOI UMA COVARDIA POIS ATACARAM EM CRIANÇAS E MULHERES ISTO VOCEIS NAO FALAM………… SEUS COVARDESSSSSSS QUEM ATACOU…..

    • Korvo disse:

      a recepção do visitante deve ser no mesmo nível que somos recebidos na capital. o choro é livre!

  • Pingback: Diário dos Campos: Operário joga para salvar o ano