Operário é eliminado da Copa do Brasil após ser goleado para o Juventude por 4 a 0; Time volta atenções para se livrar da degola no Paranaense

Fantasma participou pela primeira vez da Copa do Brasil em sua história - Foto: Fábio Matavelli

Fantasma participou pela primeira vez da Copa do Brasil em sua história - Foto: Fábio Matavelli

Os quase três mil torcedores que foram ao Estádio Germano Krüger na noite da última quarta-feira viram de perto o sonho do Operário desmoronar diante do eficiente Juventude (RS). Em sua estreia na Copa do Brasil, o Fantasma não aproveitou a oportunidade de jogar em casa e foi eliminado sem a necessidade do jogo da volta pela equipe gaúcha, que goleou os ponta-grossenses por 4 a 0.

“Tenho que assumir a culpa, dei dois treinos pra eles [jogadores] e eles fizeram o que eu pedi o tempo todo. Não adianta nada, a solução pra gente é vitória”, disse o técnico Lio Evaristo, na entrevista coletiva após a partida. Com 30 minutos iniciais de uma defesa organizada e algumas chances de gol, parecia que o Fantasma teria fôlego para equilibrar as ações durante toda a partida. Mas aos 34 do 1º tempo, Jonatas Belusso desarmou Patrick e partiu para abrir o placar para os visitantes. Antes do intervalo, Belusso ainda ampliou em condição irregular, não observada pelo assistente Kléber Gil.

Já no 2º tempo, o descontrole foi total entre os jogadores do alvinegro. Soberano durante toda a etapa final, o Juventude ampliou aos 24 minutos, com o estreante Léo Maringá. Na sequência, Jonatas Belusso fez o terceiro dele na partida cobrando pênalti. Ainda teve tempo para Renato Saldanha ser expulso após entrada violenta sobre o artilheiro do jogo.

Por Sebastião Neto (Diário dos Campos – 9/3/2012).

Uma resposta a Diário dos Campos: Operário fora da Copa do Brasil