Fantasma de Vila Oficinas volta ao Germano Krüger para enfrentar o Toledo; Lio Evaristo pode repetir equipe que venceu o Roma

O trio Maicon, Baiano e Ceará vai comandar o ataque do alvinegro contra o Toledo neste domingo - Foto: Fábio Matavelli

O trio Maicon, Baiano e Ceará vai comandar o ataque do alvinegro contra o Toledo neste domingo - Foto: Fábio Matavelli

Na volta para o Estádio Germano Krüger após a derrota que acabou com o sonho do Operário Ferroviário na Copa do Brasil 2012 sobre o Juventude por 4 a 0, o Fantasma quer virar de vez a página dos maus resultados e emplacar a segunda vitória seguida no estadual. A partida contra o Toledo, a partir das 16 horas e válida pela 4ª rodada do 2º turno, coloca frente a frente equipes que vivem momentos distintos no Paranense.

Apesar da diferença entre os dois na classificação ser de apenas seis pontos, o Toledo está em uma crescente na parte técnica, que começou inclusive após a vitória sobre o alvinegro no 1º turno, no Estádio 14 de Dezembro, por 1 a 0. Já o Fantasma alterna boas e más atuações, e aposta na semana completa para treinamentos como trunfo para uma melhora da equipe.

“Os meninos tem que reagir ainda mais, mostrar que nossa situação está melhorando. Esperamos que o torcedor atenda o nosso chamado mais uma vez e a gente saia de campo com a vitória”, disse o técnico Lio Evaristo. Para o jogo deste domingo, os únicos desfalques são os jogadores que vão ficar fora de todo o restante do estadual: o zagueiro Nelinho, o lateral Wellington e o meia Edson Grilo. “Demorou, mas agora está tudo mundo trabalhando”, declarou o confiante treinador.

Por outro lado, o atacante Maicon destaca a importância de vencer e jogar bem no Germano Krüger. “Vencemos o Roma, mas ainda faltou alguma coisa. É a chance da gente manter a nossa pegada e mostrar para o torcedor o nosso trabalho”, disse o jovem que teve contrato renovado com o Fantasma.

Além de tentar a segunda vitória consecutiva, o Operário vai fazer duas apresentações na tarde de hoje: a primeira, do volante Paulo Foiane, que faz sua estreia jogando em Ponta Grossa. O jogador de 35 anos, que veio da Anapolina-GO, se firmou no meio-campo alvinegro após a boa atuação contra o Roma. A segunda é a da Musa do Operário, Bárbara Leite, que foi eleita há 15 dias para representar a beleza da torcida alvinegra no ano do Centenário.

Mulheres
No mês da mulher, a diretoria do Operário começa hoje com uma promoção que deve ir até o final de março: os ingressos para as mulheres custarão R$5, além das torcedoras concorrerem a prêmios nos intervalos dos jogos, em uma iniciativa semelhante a feita pelo Roma Apucarana, justamente no jogo contra o Operário, no último domingo.

Por Sebastião Neto (Diário dos Campos – 18/3/2012).

Uma resposta a Diário dos Campos: Em casa, Operário quer sequência de vitórias