Depois de vencer em casa, técnico do time ponta-grossense já começa a pensar na estreia na Copa do Brasil; antes, alvinegro enfrenta o Atlético-PR, amanhã, fora de casa

Operário venceu Paranavaí e está mais tranqüilo na classificação do Estadual - Foto: Fábio Matavelli

Operário venceu Paranavaí e está mais tranqüilo na classificação do Estadual - Foto: Fábio Matavelli

O Operário respira um pouco mais tranquilo no Campeonato Paranaense. O time ponta-grossense abriu sete pontos para a zona de rebaixamento, enfim venceu em casa – por 2 a 1 sobre o Paranavaí – e ganhou um pouco mais de calma.

Lio Evaristo quer aproveitar esta calmaria e canalizar para outra competição, na semana que vem. Na próxima quarta-feira (07) o alvinegro faz a sua primeira participação na Copa do Brasil, diante do Juventude, no Germano Krüger.

A participação em uma competição nacional faz até com que Lio deixe o Estadual em segundo plano. O treinador adiantou que embora tenha um compromisso amanhã, contra o Atlético-PR, na Vila Capanema, o foco é na estreia contra a equipe gaúcha.

“Eu to pensando na quarta-feira. No sábado é um jogo que qualquer situação de ponto é lucro, mas na quarta-feira o torcedor tem que vir e nos apoiar”, disse Lio, que ainda convocou o torcedor a comparecer em bom número no Germano Krüger, para apoiar a equipe. “É um jogo importantíssimo, sei como foi difícil conseguir a vaga. Foi o torcedor que levou até aqui e é ela quem vai nos ajudar”, conclamou.

Pelo regulamento da Copa do Brasil, o Operário não pode perder por uma diferença de dois gols será automaticamente eliminado, sem a necessidade do jogo de volta.

A preocupação com a estreia na competição nacional é tamanha que o técnico estuda poupar alguns jogadores no duelo contra o Atlético-PR. Baiano, por exemplo, que apesar de ter jogado na vitória sobre o Paranavaí, ainda se recupera de lesão, e não deve atuar amanhã. Wellington Santos é outro que não deverá estar em campo nem pelo Paranaense e tampouco pela Copa do Brasil. O jogador se lesionou na partida de quarta-feira, e com isso rendeu um problema a Lio Evaristo, já que George na Copa do Brasil tem que cumprir suspensão por conta de uma expulsão pela Série D do Campeonato Brasileiro, no ano passado. O mesmo se aplica a Ícaro, que também não pode jogar pela competição nacional.

Da Redação (Diário dos Campos – 2/3/2012).

Os comentários estão encerrados.