9ª rodada do Campeonato Paranaense, no Estádio Albino Turbay, em Cianorte, Cianorte e Operário entraram em campo na tarde de hoje (13) em busca de três pontos. Os donos da casa para encostar no líder Coritiba, e o Fantasma querendo confirmar a boa fase fora de casa e manter a invencibilidade.

Primeiro tempo movimentado

Com menos de cinco minutos de jogo, na falha da zaga do Operário, Elvis perdeu um gol feito. Com Ivan fora da meta, o jogador do Cianorte acabou mandando a bola por cima do travessão e desperdiçando o que seria o primeiro gol da partida.

Aos 12 minutos em uma boa troca de passes do Fantasma, Edson Grilo foi descendo com a bola pela direita, atravessou o campo até o outro lado, tocou para Ceará que deu o passe certeiro para Mateus mandar a bola pro fundo das redes e abrir o placar em Cianorte.

Mesmo com a chuva parando minutos antes de começar o jogo, o gramado molhado dificultou o desempenho das equipes. Apesar disso, o Operário chegava sempre com perigo a meta defendida pelo goleiro Marcelo. Com a marcação bem colocada, a troca de passes fluía perfeitamente. O Cianorte também era rápido no contra-ataque, e era sempre parado com faltas. Aos 35 minutos, justamente no contra-ataque, o Cianorte saiu com Marquinhos, que foi até a linha de fundo e tocou para trás, João Paulo escorregou e Almir sobrou livre para empatar a partida.

Aos 43 minutos, em mais uma bonita troca de passes, de Edson Grilo para Ceará, e de Ceará para Mateus, o atacante mandou a bola pro fundo do gol marcando o seu segundo gol na partida, e colocando o Operário mais uma vez a frente no placar. Final de primeiro tempo, Cianorte 1 x 2 Operário.

Resultado se confirma

A etapa complementar começou mais tranqüila. Até os 15 minutos, nenhuma equipe tinha levado perigo às metas defendidas pelos goleiros. Isso mudou logo em seguida, aos 19 minutos, novamente em uma troca de passes, Mateus mandou a bola pro gol e Ceará finalizou a jogada mandando de cabeça para o fundo das redes.

Geandro diminuiu a vantagem do Operário no placar marcando de pênalti aos 36 minutos. Ele bateu para um lado e Ivan caiu para o outro, sem chances de defesa. O Leão do Vale cresceu na partida depois desse gol, mas já era tarde.

O Operário se segurou como pode administrando o placar e garantindo os três pontos na tabela de classificação. Aos 44 minutos, Edson Grilo mais uma vez troca passes com Mateus e passa a bola para Alisson, que marcou o 4º gol do Fantasma e decretou a vitória para a equipe de Ponta Grossa.

Na próxima rodada, o Cianorte vem até Curitiba enfrentar o Coritiba, e o Operário vai até Irati, quando encara o Iraty.

FICHA TÉCNICA
CIANORTE 2 X 4 OPERÁRIO

Cianorte: Marcelo, Brinner, Valdir, Liger, Elvis (Rodrigo Crasso), Geandro, Macula (Elton), Jovane, Thiago Santos (Eliel), Marquinhos, Almir.
Técnico: Ronaldo Bagé.

Operário: Ivan, Grilo, Vinícius, João Paulo e Gilson (Alisson). Lucas Michels (Zé Leandro), Serginho Paulista, Serginho Catarinense e Ceará (Rilber). Ícaro e Mateus.
Técnico: Amilton Oliveira

Local: Estádio Albino Turbay, em Cianorte.
Data/Hora: 13/02/2011, às 17 horas.
Árbitro: Antônio Denival de Morais
Auxiliares: Luiz Henrique de Souza Santos Renesto e Maurício José Braga.

Público/Renda: 823 pagantes. 908 total. R$12.570,00
Cartões Amarelos: Lucas Michels, Grilo, Ceará, Gilson, Alisson pelo Operário. Macula, Brinner pelo Cianorte
Gols:
Mateus, aos 12 minutos e aos 43 minutos do 1º tempo, Ceará aos 19 minutos do 2º tempo e Alisson aos 44 minutos do 2º tempo pelo Operário. Almir aos 35 minutos do 1º tempo , Geandro aos 36 minutos do 2º tempo pelo Cianorte.

Por Regina Ferreira (Redação em Campo – 13/2/2011).

Os comentários estão encerrados.