Neste domingo (17) na 9ª rodada do Campeonato Paranaense, o Operário perde mais uma no GK, e jogando mal, deixando o Cianorte cada vez mais forte a disputar a final do interior, que passou o Arapongas nesta rodada.

Leão do Vale abre dois gols de diferença no primeiro tempo
O time do Cianorte tem o ponta pé inicial de jogo, e já de inicio teve uma grande movimentação. Em uma jogada de Mateus, do Operário resultou em uma bola na trave, mas logo depois, em seis minutos no contra-ataque, Tiago Santos aproveita uma falha do Serginho Catarinense e abre o placar no GK. Operário 0 x 1 Cianorte.

Aos dezoito minutos André comete um pênalti em cima de Jean Carlos do Cianorte, após perder a bola, e na cobrança o próprio Jean Carlos aumentou a vantagem do Cianorte, para 2 a 0.

Em meia hora de jogo, o time do Fantasma começa a atacar mais, buscando o gol, mas ainda sem boas oportunidades, pois o meio de campo não cria muitas chances de gols, assim o Cianorte busca os gols nos contra-ataques.

Em uma falta do lado esquerdo, o time do Cianorte chegou a fazer o terceiro gol com um cruzamento e concluindo gol de cabeça, mas o assistente levantou a bandeira, assinalando impedimento, e deixando o placar em 2 a 0.

Na retal final do primeiro tempo, Operário tenta, e não consegue, sem nenhum lance crucial, o jogo permanece no placar de dois a zero, enquanto o treinador Bagé orientou a equipe do Cianorte a cadenciar até o apito do Juiz.

Cianorte mantém a diferença e vence o jogo
Segundo tempo inicia com chuva e com mudanças no time do Operário, saindo Gilson e entrando o atacante Heverton, para mudar taticamente. Já de inicio o Fantasma começou pressionando com a mudança do treinador Amilton Oliveira.

O treinador Bagé do Cianorte começou a retrancar seu time aos doze minutos da segunda etapa, colocou o zagueiro Alexandre no lugar do atacante Marquinho, assim a posse de bola fica mais forte com o time do Cianorte.

Com meia hora da segunda etapa, o jogo ficou muito truncado, pois o treinador do Cianorte, Bagé, orientou sua equipe para se defender e manter o placar, e apenas explorar seus contra-ataques. Assim o jogo ficou sem movimentação e efetividade.

Em seu momento final, o jogo persistiu sem efetividade e lances cruciais para mudar o placar e da mesma maneira que iniciou o segundo tempo, ela termina, e Operário perde mais uma em casa, com o placar de 2 a 0 para o Cianorte.

FICHA TÉCNICA
OPERÁRIO 0 X 2 CIANORTE

Operário: Ivan; Lisa, André, Alisson e Gilson (Everton); Serginho Paulista, Serginho Catarinense, Cambará (Rodolfo) e Ceará; Mateus e Ícaro.
Técnico: Amilton Oliveira.

Cianorte: Marcelo; Valdir, Alexandre, Brinner e Jovane; Geandro, Amaral Serginho(Richard) e Marquinhos (Alexandre); Tiago Santos (Emerson) e Giancarlo.
Técnico: Ronaldo Bagé.

Local: Estádio Germano Krüger, em Ponta Grossa.
Data/Hora: 17/04/2011, às 16h00
Árbitro: Antônio Denival de Morais
Assistentes: Márcio Lopes Guerra e João Marcelo de Souza

Público/Renda: pagante 4.119/ total 4.371/ R$ 63.500,00.
Cartão amarelo: Ceará e Alisson para Operário.
Gols: Tiago Santos aos 6 minutos do 1º tempo e Jean Carlo aos 17 minutos do 1º tempo para o Cianorte.

Por Rafael Buiar (Redação em Campo – 17/4/2011).

Os comentários estão encerrados.