Mesmo perdendo várias oportunidades, Fantasma mostrou maior consistência tática e contou com a boa estreia do meia Ceará

O jogo começou complicado para o Operário. Mesmo com maior posse de bola, o zagueiro Vinicius vacilou e comentou pênalti. No entanto, o goleiro Ivan salvou, mais uma vez, defendendo a cobrança de Renato.

Logo em seguida, em jogada de estreantes, Ceará armou o ataque e a bola sobrou para Ícaro empurrar para o fundo das redes, aos 10 minutos.

Porém, a felicidade do Fantasma não durou muito. Kelvin, camisa 10, em bela jogada, empatou para o Paraná. O gol aconteceu aos 22 minutos. Logo após o empate, o Operário quase ampliou. Porém, o atacante Ícaro não soube aproveitar a oportunidade.

O jogo ficou equilibrado na metade do primeiro tempo. Após começar melhor, Operário diminui o ritmo. Porém, Paraná não conseguia coordenar as jogadas de ataque. O Fantasma apresentou melhor consistência tática durante todo o jogo.

O final do primeiro tempo presenteou a insistência do Operário. O volante Cambará mostrou visão de jogo e fez um belo gol para o Operário.

No começo da segunda etapa. Operário poderia ter aumentado a vantagem, mas o atacante Ícaro perdeu penalidade máxima. Depois, o Operário seguiu com o controle do jogo, mas perdendo muitas oportunidades. Já os jogadores reclamavam da arbitragem que deu oito cartões amarelos para os jogadores do Fantasma e expulsou o lateral Lisa.

O Paraná tentou aproveitar o calor do fim da partida para buscar o empate, mas a tentativa foi em vão. Ivan socou a bola e tirou a última chance do Paraná. O jogo terminou em 2 a 1 para o Operário. Com isso, o Fantasma volta para a quarta colocação, porém esperando os resultados do complemento da rodada do Parananese 2011 que acontece amanhã.

Na próxima rodada, o Operário joga contra o Cianorte, fora de casa, no estádio Albino Turbay, às 17h.

Por Emmanuel Fornazari (Net Esporte Clube – 9/2/2011).

Os comentários estão encerrados.