Porém, jogador não vai estar a disposição para a partida do final de semana contra o Oeste. Meio-campista precisa resolver entrave financeiro com ex-clube

O discurso era recorrente. “Queremos uma camisa dez para o meio de campo do Operário”, engrossavam o coro os gestores do Operário, encabeçados pelo supervisor de futebol, Jair Pereira.

Os mais conhecidos Athirson e Lenílson não aceitaram a proposta. A campanha do Operário declina e as cobranças se enfatizavam. E na manhã desta sexta-feira, o novo camisa dez foi apresentado.

Elvis, 32 anos, chega do Campinense com a responsabilidade de resolver o problema de criatividade no meio de campo do Fantasma. “Pressão sempre há, mas tenho condições e experiência para assumir esta tarefa”, enfatiza o jogador.

Elvis (esq.) foi apresentado ao lado de Marcelinho e China - Foto: Emmanuel Fornazari

Elvis (esq.) foi apresentado ao lado de Marcelinho e China
Foto: Emmanuel Fornazari

“Sou um jogador de habilidade, que gosta de armar o jogo e tenho qualidades com a bola parada”, descreveu-se, o novo camisa dez. Elvis foi apresentando juntamente com o lateral direito, China, e o atacante, Marcelinho.

Os outros dois jogadores já treinam com a equipe mas ainda não tinham passado pela apresentação oficial. Eles devem ser utilizados no jogo de domingo, porém Marcelinho precisa aparecer ainda hoje no Boletim Informativo Diário (BID) da Confederação Brasileiro de Futebol (CBF).

Já Elvis necessita resolver pendências financeiras com seu antigo clube, a Campinense, e deve retornar a Ponta Grossa na terça-feira. Ele precisa de 10 dias para estar em plena condição física. Sua estreia oficial deve acontece no jogo de volta contra o Oeste, em Itápolis, no dia 27 de agosto.

Por Emmanuel Fornazari (Net Esporte Clube – 13/8/2011).

Os comentários estão encerrados.