Roberto e Edenílson, ex-Operário, fizeram os gols do vermelhinho. Com o resultado, Paranavaí ultrapassa o Operário na tabela

Um primeiro tempo que deixou a desejar para a torcida do Operário. No entanto, Mateus desencantou e abriu o placar com um belo gol aos 45 minutos.

Porém, em cinco minutos o ACP virou o jogo. Aos 7 do segundo tempo, em uma cobrança de falta que desviou no zagueiro João Carlos, do Operário, Roberto empatou o jogo. Logo após, aos 12, Edenilson, ex-Operário, recebeu livre, driblou o goleiro Ivan e virou a partida.

O técnico, Amilton Oliveira, mudou a equipe, mas as alterações não surtiram efeito. A torcida esbravejou e protestou contra os jogadores. O meia, Serginho Catarinense, enfatizou que a cobrança vai acontecer, “mas agora é necessário buscar os pontos fora de casa”.

Esta foi a terceira derrota do Operário em casa em quatro partidas. Na próxima quarta-feira, o Fantasma enfrenta o Paraná Clube, no Durival de Brito. O jogo acontece às 21h.

Por Emmanuel Fornazari (Net Esporte Clube – 5/2/2011).

Os comentários estão encerrados.