O ‘Muralha’ contestou a notícia de que esteja se divertindo na noite de PG ao lado de outros companheiros. Ivan diz que torcedores o xingam de vagabundo e macaco

Destaque do Operário no Campeonato Paranaense, e considerado um dos melhores de sua posição, Ivan, o “Muralha” alvinegro, contestou as informações de que esteja se divertindo nas noites ponta-grossense, ao lado de outros companheiros, se desgastando fisicamente e perdendo o rendimento nos jogos. “Isso não é verdade. Quando eu saí foi depois do jogo (para um jantar) e com o consentimento da diretoria”, comenta. “Não tenho este perfil”, acrescenta.Ivan se diz chateado com alguns torcedores e afirma ter sido vítima de preconceito racial ao final do jogo contra o Cianorte, no domingo, passado, em Vila Oficinas, quando o Fantasma perdeu por 2×0. “Fui chamado de vagabundo e de macaco e revidei jogando a garrafinha de água em direção ao alambrado. Estava de cabeça quente porque as coisas não saíram como a gente queria. A gente trabalha a semana inteira para fazer um bom jogo. Eu, particularmente, tenho me esforçado muito para que o time (Operário) consiga seus objetivos”, assinala.

Ivan se diz chateado com alguns torcedores e afirma ter sido vítima de preconceito racial

Ivan se diz chateado com alguns torcedores e afirma ter sido vítima de preconceito racial

Por Diego Antonelli (JMNews – 20/4/2011).

Os comentários estão encerrados.