Time de Ponta Grossa recrutou novamente o lateral-direito Lisa para poder fazer frente aos times de Curitiba. Ele acredita!

O lateral-direito Lisa encarna bem o personagem bíblico do filho pródigo. Depois de passar três meses no Atlético e de conseguir o título da série C pelo ABC de Natal, em 2010, o jogador volta a Ponta Grossa. Está de novo na ala do Operário. Retrocesso? Ele jura que não. A intenção, revela, é ir além do 5º lugar que ajudou o time a conquistar no Estadual passado. “A intenção é fazer um bom primeiro turno e terminar na primeira colocação para seguirmos tranquilos, porque o segundo turno é mais difícil, os times já estão mais entrosados e embalados”, diz ele, cujo contrato vai até maio. Período suficiente para voltar a se destacar e, quem sabe, viajar novamente pelo Brasil em busca do pé-de-meia.

Foto: Lisa - O Sr. Destino do Fantasma terá de lançar mão de seus feitiços mais poderosos. Afinal, apenas controlando terra, fogo, água e ar o Operário levará a taça

Lisa - O Sr. Destino do Fantasma terá de lançar mão de seus feitiços mais poderosos. Afinal, apenas controlando terra, fogo, água e ar o Operário levará a taça

“Fiquei aqui porque é uma boa vitrine, próxima à capital, e a imprensa está sempre perto para ajudar na divulgação. Hoje, meu principal foco é no Operário e na classificação para a Série D, mas quero mostrar meu futebol e provar que posso, no segundo semestre, vestir a camisa de outro time para jogar o Brasileiro na Série A ou B”, revela o jogador, que recusou propostas de equipes do Rio Grande do Sul para ficar em casa. “Gostaria muito de jogar por um dos grandes do Paraná e vou trabalhar para que isso aconteça”.

É o que espera também a diretoria e a comissão técnica do Fantasma, como relata o técnico Hamilton Oliveira, ex-Olaria: “Ele é nosso atleta mais conhecido e virou referência por ter passado por um grande time da Série A e pelo ABC, muito tradicional no Nordeste. Por tudo isso, será cobrado pela torcida e pela opinião pública”.

Operário Ferroviário Esporte Clube
Apelido: Fantasma.
Fundação: 01/05/1912.
Estádio: Germano Krüger.
Time-base: Ivan, Lisa, Vinícius, André e Gilson; Zé Leandro, Cambará, Serginho Paulista e Rilber; Matheus e Hevandro. Técnico: Hamilton Oliveira.
Por que vai ser campeão… a torcida mais numerosa e empolgada do interior fará a diferença.
Por que vai ficar no caminho… com muitos reforços, a falta de entrosamento pesará.
Trilha sonora: Será, Legião Urbana – a expectativa é grande, mas não há como não perguntar, “Será que nada vai acontecer?/ Será que é tudo isso em vão?/ Será que vamos conseguir vencer?.”

Por Guia do Paranaense (Gazeta do Povo – 14/1/2011).

Os comentários estão encerrados.