Chave do alvinegro na competição nacional tem apenas dois integrantes da Série A no caminho até as oitavas de final

O Operário conheceu ontem à tarde o percurso que poderá ter na Copa do Brasil. A CBF (Confederação Brasileira de Futebol) divulgou ontem a tabela da competição nacional, e o primeiro adversário será o Juventude, do Rio Grande do Sul.

A equipe gaúcha já venceu uma edição da competição (em 1999), figurou na primeira divisão nacional na segunda metade da década de 90, mas decaiu nas últimas temporadas, e este ano participou da mesma Série D do Campeonato Brasileiro que o alvinegro de Vila Oficinas jogou (o time gaúcho, que na fase inicial enfrentou os paranaenses do Cianorte, foi eliminado na segunda fase).

Operário estreia no dia 7 de março, contra o Juventude, no Germano Krüger

Operário estreia no dia 7 de março, contra o Juventude, no Germano Krüger

A chave em que o Operário está na Copa do Brasil é, inclusive, favorável de certa forma ao time ponta-grossense. Se conseguir avançar da primeira fase, enfrenta na próxima etapa o vencedor do duelo entre Portuguesa e Cuiabá. Em uma hipotética classificação até as oitavas final, o único possível adversário (além da Lusa) integrante da primeira divisão nacional seria o Bahia. O mesmo lado da chave do alvinegro ainda tem o Grêmio, Náutico, Cruzeiro e Palmeiras, da Série A, além de Atlético-PR, Criciúma, Paraná, Ceará e Ipatinga, da Série B (todos estes, possíveis adversários até as quartas de final).

Esta é a primeira vez que o Operário disputa a Copa do Brasil, vaga assegurada pelo terceiro lugar no Campeonato Paranaense deste ano. A estreia diante o Juventude será no dia 7 de março, no Germano Krüger, e caso saia derrotado por dois gols de diferença, já na primeira partida, estará eliminado. A partida de volta pode ocorrer no dia 14, em Caxias do Sul. Esta regra se aplica até a segunda fase, dali em diante são jogos de ida e volta, com os mandos definidos pela CBF através de sorteio.

Ao todo, serão 64 equipes disputando o título da Copa do Brasil, que dará vaga à Copa Libertadores do ano que vem. Esta vai ser a última edição da competição disputada neste moldes. A partir de 2013 o torneio estará maior (terá a presença de equipes que disputam a Libertadores), mais extenso (durará quase o ano todo).

Da Redação (Diário dos Campos – 14/12/2011).

Os comentários estão encerrados.