A semana que antecede a abertura do segundo do Campeonato Paranaense teve início ontem, para o Operário. Amilton Oliveira comandou o primeiro treino, sendo que na tarde de ontem foi realizado uma atividade tática. Hoje e amanhã o treinador deve comandar mais dois treinos que deverão formar o time titular que encara o Coxa fora de casa.

É consenso no clube ponta-grossense que a partida – até o momento agendada para o domingo, às 18h15 – em Curitiba tem traços de ‘decisão’, por opor os donos das melhores campanhas no Estadual, até o momento. “O encontro dos dois melhores times no primeiro turno nos credencia a raciocinar assim. É uma boa equipe (o Coritiba), campeão brasileiro, campeão do turno, um jogo dificílimo e que preocupa como todo adversários deste nível. Mas com todo respeito, a gente vai para buscar os três pontos, se surgir a oportunidade de vencer, a equipe está preparada”, assegura o treinador do Operário.

Foto: DECISÃO Partida contra o Coritiba reunirá as duas melhores equipes do Paranaense, e é vista no Operário como ‘final’

DECISÃO Partida contra o Coritiba reunirá as duas melhores equipes do Paranaense, e é vista no Operário como ‘final’

Cambará, principal nome da goleada sobre o Corinthians-PR no último domingo, reforça o coro de ‘decisão’ no próximo domingo. São as duas melhores equipes do primeiro turno, a gente vai para lá consciente da dificuldade, mas vamos jogar da mesma forma que vínhamos atuando fora de casa”, assegurou o volante, que não nega viver uma boa fase. Com quatro gols marcados, Cambará é, ao lado de Mateus, o artilheiro alvinegro na competição. “Antes eu ajudava de outra forma, na marcação. Não tive um início de temporada tão bom quanto este, estou feliz, e o professor Amilton também tem méritos. Ele mudou meu posicionamento, que até não gostava muito, mas insistiu e agora vem dando resultado. Agora é manter essa regularidade, corrigir o que tem que de errado e ir em busca de coisas maiores para nós”, afirma o camisa 7 alvinegro.

Outro que vem aproveitando a boa fase do Operário é Dhiego Martins. Atacante, que nos dois últimos jogos substituiu Mateus, deve ser mantido no ataque, já que o então titular da posição ainda se recupera de lesão. Autor de dois gols nos dois compromissos em que começou jogando, Dhiego comemora as oportunidades surgidas, e vê o elenco alvinegro forte para o início do segundo turno. “A gente está mostrando que tem grupo, que quando sair um jogador vai entrar outro e conseguir manter a consistência. O jogo (contra o Coritiba) vai ser o que todo mundo vai estar olhando, porque é a ‘final’, e se a gente quiser alguma coisa lá na frente vai ter que ir em busca dos três pontos”, prega o atacante.

Por Jeferson Augusto (Diário dos Campos – 2/3/2011).

Os comentários estão encerrados.