Carlos Paiva esboça time titular com cinco mudanças em relação à última equipe escalada por seu antecessor

Novo técnico, praticamente meio time novo. Carlos Henrique Paiva assumiu o Operário na terça-feira e já sinalizou com várias mudanças no time titular alvinegro. Comparando a equipe que foi derrotada pelo Oeste no domingo, sob comando de Amilton Oliveira, e os titulares postos para jogar contra o sub-17 do mesmo alvinegro na tarde de ontem, Paiva fez cinco mudanças.

MUDANÇA Carlos Henrique Paiva assumiu o Operário e fez várias alterações no time titular

MUDANÇA Carlos Henrique Paiva assumiu o Operário e fez várias alterações no time titular

Ontem o novo técnico do Operário comandou um jogo-treino contra o sub-17 do clube ponta-grossense, e praticamente meio time foi modificado na transição de cargos. A começar pela defesa, onde Paiva utilizou Nelinho e João Paulo, ao invés de Vitor Ramires e André, este, expulso contra o Oeste, escolhidos por Amilton em seu último jogo. Na lateral-direita, até mesmo pelas poucas opções, China seguiu na função. Já na esquerda, George voltou a ser prestigiado e treinou entre os titulares. O lateral-esquerdo teve uma trajetória inconstante quando Amilton era treinador. Contratado junto ao Arapongas no segundo semestre, George chegou com status de titular absoluto, durante a pré-temporada foi improvisado no meio de campo, mas na competição nacional foi preterido por Amilton, perdendo a vaga para Fabiano e no último domingo sequer foi para o banco de reservas.

No meio de campo, Paiva seguiu optando por Zé Leandro e Serginho Paulista como volantes, e escalou Patrick, que com Amilton não teve tantas oportunidades, além do reforço Elvis. No ataque, a dupla formada por Marcelinho e Ícaro seguiu mantida.

Com exceção de Patrick, o esboço de time titular traçado por Paiva segue a promessa de não privilegiar os jovens vindos do sub-20 alvinegro. No primeiro semestre, sob seu comando, os juniores do Operário se destacaram no Paranaense (onde conseguiram o segundo lugar de uma chave que contava com o Paraná Clube), e para a Série D Amilton Oliveira lançou mão de jogadores como Ferreira, Vinícius Pará e Maikon, que foram treinados por Paiva no sub-20.

Carlos Paiva terá quase duas semanas para dar ‘sua cara’ ao Operário. No próximo fim de semana o alvinegro folga pela Série D nacional, e volta a atuar pela competição nacional no dia 27, quando enfrenta o Oeste, fora de casa, quando inicia sua participação no segundo turno.

Por Jeferson Augusto (Diário dos Campos – 18/8/2011).

Os comentários estão encerrados.