Amilton Oliveira deve comandar pelo menos mais dois treinos coletivos, mas time titular está praticamente definido

À medida que se aproxima a estreia na Série D do Campeonato Brasileiro, o Operário vai se definindo para o confronto contra o Mirassol, no domingo, no interior paulista.

Nesta semana que antecede seu debute na competição nacional, Amilton Oliveira tentar formatar a equipe que começará jogando no domingo. Ontem o treinador comandou uma atividade tática, onde esboçou qual pode ser a configuração de sua equipe diante o Mirassol.

DEFINIÇÃO Operário deve ter Edson Grilo improvisado na lateral-direita na estreia - Foto: Josué Teixeira

DEFINIÇÃO Operário deve ter Edson Grilo improvisado na lateral-direita na estreia
Foto: Josué Teixeira

Ceará, ainda se recuperando da sua lesão no joelho, foi poupado, e sua presença é ainda incerta para domingo, embora ele deva treinar a partir de amanhã. A figura do camisa 10 alvinegro, inclusive, é item essencial para a formação que Amilton escolher para domingo.

Ontem, sem poder contar com Ceará, Amilton esboçou um time titular, com uma formação, inclusive, mais ofensiva. Dhiego Martins foi recuado, e formaria um trio ofensivo com Mateus – que foi poupado no amistoso do último domingo mas treinou normalmente ontem – e Ícaro. Na lateral-direita, Amilton optou por improvisar Edson Grilo (outro que não havia atuado na vitória sobre o Juventus de Jaraguá do Sul no domingo) ao invés de Bruno, que antes havia sido apontado como principal candidato a titular no setor. Na defesa, o técnico seguiu pela preferência por João Paulo, ao lado de Nelinho, enquanto que a lateral-esquerda seguirá ocupada por George. Já o meio de campo foi formado por Zé Leandro, Serginho Paulista e Cícero. No gol, a tendência é de que Filipe seja prestigiado.

Caso Ceará tenha condições, ele deve ocupar a vaga preenchida ontem por Dhiego Martins, e o atacante surgiria como uma opção para acontecer ao longo da partida. Amilton Oliveira deve realizar pelo menos dois coletivos no Germano Krüger antes do confronto com o Mirassol.

Ingressos
Ontem a diretoria do Mirassol definiu o valor das entradas. A cadeira cativa vai custar R$ 30, a geral R$ 20 e R$ 10. As cadeiras cobertas terão dois preços: R$ 30 e R$ 15. A expectativa é de que um bom público compareça ao estádio José Maria de Campos Maia, enquanto que a torcida do Operário também pretende comparecer ao interior paulista na primeira rodada da Série D nacional.

Os comentários estão encerrados.