Dezesseis pontos em oito jogos, apenas duas derrotas, uma sequência invejável de seis partidas de invencibilidade e até o momento um dos principais concorrentes ao título do primeiro turno do Campeonato Paranaense.

A ficha do adversário do Operário na nona rodada é respeitável. O Cianorte é a grande sensação do Paranaense deste ano. Antes de ser derrotado no meio de semana pelo Atlético-PR, na Arena, a equipe do norte do estado vinha embalado por uma série de seis jogos sem perder. Mais do que isso, o time treinado por Ronaldo Bagé chegou a liderar por duas rodadas a competição.

O jogo no Albino Turbay, a partir das 17 horas de hoje, opõe o Operário contra o dono da melhor campanha entre as equipes do interior. Time que estreou com pouco alarde, perdendo em casa, inclusive, mas que em seguida elevou sua posição na tabela.

Foto: HOMEM GOL Ícaro, que reestreou marcando gol na quarta-feira, assume a responsabilidade de ser a referência ofensiva do Operário

HOMEM GOL Ícaro, que reestreou marcando gol na quarta-feira, assume a responsabilidade de ser a referência ofensiva do Operário

“É o time que é a sensação do campeonato, que está muito bem na competição e com jogadores muito bons. Vamos passar a responsabilidade para eles, que estão dentro de casa, enquanto que nós temos um bom aproveitamento fora de casa”, analisa Serginho Catarinense, titular hoje à tarde, no lugar de Cambará, suspenso. “Eles devem nos agredir, ir para cima, estão jogando em casa. Mas se vencermos vamos encostar nele na classificação, então é um jogo decisivo”, completa Ícaro.

Será primeira vez na competição que o Operário enfrenta uma equipe com uma campanha mais consistente que o time ponta-grossense. Enquanto que os donos da casa, apesar da derrota no meio de semana, apresentam consistência nos resultados, o Operário – exceto pelas vitórias contra Atlético-PR e Rio Branco, seguido do empate fora com o Roma – não deslancharam na competição, sobretudo devido aos maus resultados em casa.

Porém, é consenso em Vila Oficinas de que uma vitória hoje coloca o Operário próximo da liderança, e mais do que isso, perto do título de melhor time do interior no primeiro turno. Encarando como ‘decisão’, Ícaro, que reestreou com a camisa alvinegra marcando um gol, assume a responsabilidade no setor ofensivo do Operário. “Espero manter o mesmo ritmo da minha estreia, até porque eu sou o camisa 9 e tenho que fazer gol”.

Adversário tem desfalques
A situação do Cianorte para o jogo de hoje, em alguns aspectos, é bastante semelhante à de seu adversário. Se o clube ponta-grossense saiu da Vila Capanema reclamando da arbitragem e com desfalques para a rodada seguinte, o Cianorte também fez quixas sobre o árbitro Jarbe Cassou.

Na derrota para o Atlético-PR na Arena, dirigentes e comissão técnica do time do norte se queixaram dos critérios adotados pelo árbitro, e ainda tiveram o volante Amaral sendo expulso. Alexandre, zagueiro, recebeu o terceiro amarelo e também não joga. O número de desfalques do técnico Ronaldo Bagé pode chegar a até seis jogadores. “Não posso fazer uma avaliação do grupo dele (Bagé), mas se de fato ele tiver tantos desfalques, vai ser um problema para ele, então tomara que a gente tire proveito desta dificuldade”, analisou Amilton Oliveira.

Por Jeferson Augusto (Diário dos Campos – 13/2/2011).

Uma resposta a Diário dos Campos: Operário encara estrela do interior fora de casa

  • facebook disse:

    i love it