Restando apenas dois jogos para o fim do segundo turno do Campeonato Paranaense, e muito possivelmente do Estadual, caso o Coritiba confirme a boa campanha e fature o título sem a necessidade de uma decisão, tem início processo de saídas de jogadores do elenco, comum ao fim de temporada.

O primeiro a sair foi He­van­dro. Apesar de não ter si­do um dos titulares absolutos durante a campanha alvinegra no Estadual, o atacante acertou sua ida para o futebol gaúcho e foi o primeiro a deixar o elenco alvinegro.

Ontem os nomes de Lisa e Cambará foram mencionados pela imprensa curitibana como certos no elenco do Paraná Clube na Série B do Campeonato Brasileiro. O nome de Ivan, embora o goleiro afirme que irá discutir sua permanência ou não em Vila Oficinas após o fim do Paranaense, também foi mencionado como uma possível transferência para o Sport Recife, além dos casos de Ceará e Mateus, que mantêm vínculos contratuais com o Iraty.

COM CHANCES Operário, de Mateus, enfrenta Iraty no sábado precisando de um empate

COM CHANCES Operário, de Mateus, enfrenta Iraty no sábado precisando de um empate

Vindo de dois resultados ne­gativos em casa, o elenco alvinegro não estaria tendo problemas com o assédio de outros clubes duran­te o Estadual, pelo menos é o que garante Amilton Oli­vei­ra. “Es­se assédio é normal, faz parte, os jogadores fizeram por merecer isso, a campa­nha que o Operário fez des­per­tou a atenção de outros clu­bes e isso é normal no futebol. Acredito que isso não desviou o foco dos jogadores não”, assegura o treinador, que também nega ter qualquer acerto com outro clube, embora admita que também tenha adquirido visibilidade após a campanha no Paranaense. “O Operário projetou a gente, não se pode fugir disso, e isso vale para o elenco também”, complementa.

Jogo no sábado
Ainda em situação confortável no Paranaense, precisando de apenas um ponto para garantir vaga na Série D do Campeonato Brasileiro, por conta justamente desta ‘folga’, o treinador alvinegro acredita que o elenco teve uma recaída nas últimas rodadas. “Por conta desse situação confortável um ou outro acabou dando uma relaxada, e às vezes é preciso dar uma sacudida”, analisa.

Ontem a Federação Para­naense confirmou a penúltima rodada, com o confronto entre Iraty e Operário para sábado, às 15h30, no Emílio Gomes. Para o confronto, o treinador do Operário terá de fazer pelo menos duas mudanças, para as vagas de Ceará, que por força contratual não pode jogar contra o Iraty, e Alisson, que terá de cumprir suspensão por três cartões amarelos.

Por Jeferson Augusto (Diário dos Campos – 20/4/2011).

Os comentários estão encerrados.