Treinador revela intenção de gestores contratarem ‘ atleta renomado’ para o meio; outra opção seria um estrangeiro

O Operário apresentou ontem mais sete nomes de jogadores – três deles vindos da equipe sub-20 do clube – que irão compor o grupo na Série D do Campeonato Brasileiro deste ano, e com isso, quase fecha o elenco para a disputa da quarta divisão nacional.

Quase, porque Amilton Oliveira ainda espera uma última contratação. De acordo com o treinador, um ‘camisa 10’, que, além de dar mais equilíbrio ao meio de campo, também viria com a responsabilidade de ser a grande contratação do clube para o projeto que visa por o Operário na Série C do ano que vem. Amilton não revela quem seria esta ‘contratação de peso’ – e a diretoria segue com o procedimento de apenas divulgar o nome daqueles que já tiverem contratos assinados com o Operário – mas dá boas pistas das opções dos gestores de futebol em Vila Oficinas. O plano de contratar este jogador estaria dividido em duas opções, se uma fracassasse, tentaria outra. “É um jogador bastante conhecido, atleta renomado, 29 anos. Se não der certo viria um estrangeiro”, detalhou Amilton. Lúcio Flávio, alvo de algum boatos, está descartado pelo próprio treinador, além de, aos 32 anos, não se enquadrar na descrição dada por Amilton.

REFORÇOS Operário apresentou sete nomes e praticamente fechou o elenco para Série D

REFORÇOS Operário apresentou sete nomes e praticamente fechou o elenco para Série D

Este ‘camisa 10’, dividiria a responsabilidade de principal referência do meio campo com Ceará, explica Amilton, e desta maneira não sobrecarregaria o jogador que foi um dos destaques da campanha alvinegra no Paranaense deste ano. “O objetivo é equilibrar o meio, e também dar essa experiência, além de ajudar o Ceará, que teve problemas com o joelho no Estadual, e que também pode ser uma opção nos caso de uma marcação mais forte sobre o Ceará”.

Apresentações
Além de ter revelado a intenção desta última contratação, Amilton Oliveira, juntamente com Jair Pereira e os gestores do clube, apresentou mais reforços para a Série D deste ano. Três nomes egressos do time sub-20 do clube passam a integrar o elenco profissional: Patrick e Correia, ambos volantes; e o atacante Vinícius Pará, que ‘sobe’ com a responsabilidade de ter sido um dos principais nomes do elenco sub-20 alvinegro.

Também foram apresentados na tarde de ontem o meia-atacante Luciano, ex-Arapongas e que já havia sido confirmado na semana passada, Nelinho, zagueiro que também atuou na equipe do norte do estado, além do volante Cícero, que estava no Corinthians-PR, e o goleiro Fabrício, que defendeu o Rio Branco.

“São jogadores que estavam no nosso banco de dados, deram bastante trabalho contra a gente e que vínhamos observando. O objetivo foi buscar um equilíbrio nos reforços, para que possamos atingir essa meta que é subir para a Série C”, disse Amilton.

Já certos no Operário
Goleiros: Filipe e Tadeu (Operário); Fabrício (ex-Rio Branco)
Lateral-esquerda: George (ex-Arapongas); Fabiano (ex-Bangu)
Lateral-direita: Bruno Silva, Felipe (ambos do Operário)
Zaga: João Paulo e André Fabrício (Operário); Vitor Ramires (Marcílio Dias), Nelinho (ex-Rio Claro)
Meio de campo: Patrick, Correia, Edson Grilo, Serginho Paulista, Zé Leandro e Ceará (Operário); Cícero (ex-Corinthians-PR); Bruno Ferreira (ex-Fluminense)
Ataque: Dhiego Martins, Ícaro, Mateus, e Vinícius Pará (Operário); Luciano (ex-Arapongas)

Por Jeferson Augusto (Diário dos Campos – 9/6/2011).

Os comentários estão encerrados.