treinador não divulga os titulares, mas dá indícios de que o mais importante é segurar o coritiba e partir para o contra-ataque

O Operário deve se armar na defesa e apostar nos contra-ataques para encarar hoje, às 21h45, o Coritiba, líder invicto do Campeonato Paranaense, no estádio Germano Krüger. O treinador Norberto Lemos faz mistério e revela que só irá anunciar a escalação minutos antes do duelo. Entretanto, no último treinamento, realizado ontem, ficou clara a intenção do técnico em apostar em uma forte marcação.

Lemos deverá optar pela entrada de quatro zagueiros no time titular. Leonardo, que retornou nesta semana do futebol chinês, deve formar a defesa ao lado de Flamarion e Grafite. O também zagueiro João Renato ficaria mantido no time atuando como volante. Há também a hipótese de o técnico surpreender mais uma vez e sacar Grafite do time para a entrada do meio-campo Davi Ceará. Com isso, João Renato jogaria na sua posição de origem, na zaga.

“São alternativas. Mas não vou revelar o time titular. Prefiro aguardar minutos antes do jogo. A torcida pode ter certeza que a equipe vai dar a resposta em campo para sairmos com um bom resultado do jogo”, afirmou Lemos.

Outra dúvida na escalação é o atacante Baiano, que voltou a sentir dores no tornozelo direito durante o treinamento. Ele saiu com dores do gramado e está em tratamento intensivo para atuar no confronto. Caso Baiano não tenha condições, Lemos pode optar pela entrada de Douglas ao lado de Dyego Souza, que retorna à equipe titular. Outra alternativa seria a estreia de Marcelo Matos, conhecido como Marcelinho, que treinou na tarde desta terça-feira. Mas sua escalação depende de sua regularização junto à Confederação Brasileira de Futebol (CBF).

O jogo válido pela 6ª rodada do Paranaense marca o retorno de um confronto que não acontecia de 1993, com vitória alviverde por 5×1, com gols de Jetson e Pachequinho. Foi justamente na cidade de Ponta Grossa que o Coxa fez o primeiro jogo da história do futebol paranaense. O primeiro encontro tem longa data. Foi no Paranaense de 1927, com vitória do Coxa por 3×2 em Ponta Grossa. Depois disso, as equipes voltaram a se encontrar somente em 1955 e foi o Operário quem venceu, por 3×1. Dos 61 confrontos disputados até hoje, o Coritiba venceu 37, foram 12 empates e 12 vitórias do Fantasma. O Coxa marcou 133 gols e sofreu 79.

Ariel é desfalque no Coritiba

O argentino Ariel está vetado para o confronto diante do Operário. Após deixar o gramado da Vila Capenama na vitória sobre o Toledo no último domingo, El Loco passou por uma avaliação que constatou uma lesão no adutor esquerdo.

“Ele foi submetido a uma ressonância magnética ontem a noite, a gente teve o resultado agora no final da manhã e essa ressonância mostrou uma tendinite no adutor esquerdo. Não ´[e uma lesão muscular, não é uma lesão grave, mas depende um certo tempo de revcuperação e a gente vai trabalhar para tentar liberar ele para o jogo de final de semana, mas amanhã ele está vetado”, conta o médico do clube, Walmir Sampaio.

Por Diego Antonelli (JMNews – 03/02/2010)

Os comentários estão encerrados.