Hoje, pela primeira vez, o Operário Ferroviário irá jogar uma partida oficial na Arena da Baixada. Às 19h30, o time alvinegro põe os pés no gramado do estádio que será sede da Copa do mundo de 2014 com a ambição de, pelo menos, arrancar um ponto em seu debute no moderno estádio da capital paranaense.

Atuando na casa do adversário, atual campeão estadual e único representante paranaense na Série A do Brasileiro, o Operário não esconde que se terminar a segunda rodada do Campeonato Paranaense com mais um ponto conquistado estará no lucro.

A possibilidade de triunfar na casa do adversário é motivada sobretudo pela vitória na estreia, diante o Cascavel. Jogadores e comissão técnica acreditam em um Operário mais?leve, após passada a ansiedade da primeira partida no Paranaense.

“Estreia é sempre complicado, tem aquela pressão. Agora para o segundo jogo está mais tranquilo e motivado. Quem não quer jogar na Arena, contra o Atlético?”, disse Léo Gazola, que pode começar o jogo de hoje entre os titulares.

Operário não deverá contar com o atacante Baiano, lesionado durante a partida de estreia contra o Cascavel. A defesa do Operário também vive a expectativa de sofrer baixas. João Renato também deixou a partida contra o Cascavel lesionado, e assim como Baiano, não treinou na tarde de ontem.

Ainda assim, o técnico Norberto Lemos espera contar com estes jogadores. Caso a dupla se recupere, o time titular de vê ser o mesmo que iniciou o confronto com o Cascavel, no 3-5-2, com Danilo, Grafite, João Renato e Flamarion; Lisa, Serginho Paulista, Serginho Catarinense e Juninho; Baiano e Dyego Souza.

Caso não conte com Baiano e João Renato, Norberto Lemos deve optar pelo 4-4-2, com Silvão assumindo com terceiro volante e Leo Gazola no ataque. “O Baiano e João Renato são jogadores importantes e vamos aguardar o departamento médico. Mas não me preocupa, já trabalhamos com o 4-4-2, e o Silvão todos conhecem o trabalho dele, que é de cadenciar e marcação”, analisa Lemos.

Se não conta com suas referências ofensiva e defensiva, o time alvinegro em compensação verá um adversário órfão de seu maior nome. Paulo Baier, lesionado, desfalca o Atlético hoje e pelo menos mais quatro rodadas.

“O Paulo Baier é um jogador de qualidade e importante. Deu vários passes para gols e tambám mercou, então com certeza é uma vantagem para nós o fato dele não jogar”, acredita o técnico do Operário.

O árbitro do confronto entre Atlético e Operário será Adriano Milczvski, tendo como assistentes José Amilton Pontarolo e Diogo Morais.

Fonte: DCMais

Os ingressos para a área visitante estão sendo vendidos na Arena pelo preço de R$ 50,00 inteira, R$ 25,00 meia. Não temos informações sobre vagas em ônibus ou vans para Curitiba.

Os comentários estão encerrados.